Natalia Bertol e Thiago da Fonseca Vicente se conheceram, em uma festa à fantasia que ele fez para comemorar o aniversário. “Uma amiga me convidou, eu fui, mas fiquei bem pouco. No dia seguinte, ele me adicionou nas redes sociais, e uma coisa me chamou a atenção: um dos sobrenomes dele era o mesmo de uma amiga de infância. Perguntei sobre isso e descobri que ele era primo-irmão dessa amiga!!”, conta a noiva. Mas, como estava “super bem solteira”, Natalia não queria namorar – por isso, Thiago, literalmente, suou para conquistá-la! “Um dia, aceitei o convite dele para corrermos juntos – na época, eu corria 8km por dia, e ele mentiu dizendo que corria só para me acompanhar. Óbvio que na metade do caminho já estava sem fôlego, rs!”, se diverte. Mas o esforço valeu a pena porque foi nesse dia que eles descobriram mais algumas coincidências“Nascemos no mesmo hospital, com o mesmo pediatra e o mesmo obstetra. Depois desse dia, começamos a conversar mais e mais, até que aconteceu o primeiro beijo!”, explica.

Os dois namoraram por três anos, e o pedido de casamento foi super original“Era um dia até então normal, saímos do trabalho e eu arrastei ele para correr comigo. Eu estava me aquecendo para começar a correr e vi que ele ficou pra trás. Quando fui chamá-lo, ele estava ajoelhado, segurando algo que, mesmo à noite, brilhava muito! Fiquei alguns segundos sem saber o que fazer e o que pensar e, quando me dei conta que aquele lugar era o ponto exato onde havíamos nos encontrado pela primeira vez, já comecei a chorar!”, relembra.

Natalia sempre teve o sonho de casar, e fazia questão dizer o “sim” de maneira tradicional – a cerimônia aconteceu na Igreja Nossa Senhora da Piedade, em Porto Alegre“Como queríamos uma festa intimista e com 150 convidados, foquei em igrejas menores. E quando entrei na que escolhemos, senti que seria lá!”, conta a noiva. Para a decoração, Natalia imaginou um conceito que refletisse seu estilo clássico, elegante e “menos é mais”.

“Mágica” é a palavra que Natalia usa para definir a escolha do vestido de noiva, que teve assinatura de Eduarda Galvani Bridal GuideEDUARDA GALVANI ATELIERVestidos de NoivaRio Grande do Sul, Porto AlegrePortfólio“Visitei alguns estilistas, mas, quando encontrei com a Eduarda Bridal GuideEDUARDA GALVANI ATELIERVestidos de NoivaRio Grande do Sul, Porto AlegrePortfólio, senti algo diferente. Eu ainda não sabia como seria meu vestido, mas ela já! Logo de cara, eu disse do que eu não gostava e falei que queria um modelo sem bordados, brilho ou renda, apenas um belo corte. Fomos juntando referências e construindo juntas. E o resultado superou minhas expectativas, que já eram bem altas!”, elogia. Com ar minimalista, o vestido de Natalia era tomara-que-caia (com pala) e todo liso. Para complementar a produção, a noiva optou por coque alto, que valorizou o decote. “O véu era na verdade uma mantilha de 5 metros com vários tipos de renda aplicada. Usei o colar que meu avô deu para a minha avó quando eram mais jovens e que, quando fiz 20 anos, ganhei deles. Guardei para um momento especial, que foi o casamento!”, comenta.

Natalia escolheu entrar na cerimônia com o avô:

Ficha Técnica

Fornecedores que

Vestido de noiva: Eduarda Galvani Bridal GuideEDUARDA GALVANI ATELIERVestidos de NoivaRio Grande do Sul, Porto AlegrePortfólio

Traje do noivo: Ricardo Almeida Bridal GuideRICARDO ALMEIDANoivos & PadrinhosSão Paulo, São Paulo (Capital), São Paulo (Interior), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Belo Horizonte, Distrito Federal, Brasília, Pernambuco, RecifePortfólio

DEMAIS FORNECEDORES:
Fotos: Alessandra Pinho | Assessoria: Petit Comité Eventos | Espaço: Associação Leopoldina Juvenil | Bolo: Jussara Palma | Cabelo: Mariane Portela | Maquiagem: Lysi Nodari