Para encerrar nossa experiência em Petrópolis com chave de ouro, tivemos um almoço na Casa da Princesa Isabel, que também realiza casamentos. Com vista para a Catedral de São Pedro de Alcântara, a propriedade foi construída em 1850, e foi lá onde a Princesa Isabel deu a luz ao seu primeiro filho, D. Pedro de Alcântara de Orleans e Bragança, o Príncipe do Grão Pará. A casa foi reformada recentemente, mantendo sua originalidade e história. Os espaçosos cômodos originais são ótimos para realizar jantares e mini weddings. Nos jardins, as lindas camélias, plantadas pessoalmente pela Princesa Isabel, levam consigo o símbolo da abolição e encantam quem visita.

Os bisnetos de Princesa Isabel abriram para o nosso evento não só sua casa, mas também a exposição de acervo de seus familiares nunca antes vistos. Concederam objetos, móveis, fotos de cunho pessoal, o que contribuiu para fazermos uma viagem ao Brasil Império. O berço de D. Pedro, a espada de D. Pedro II, o sapato e o chapéu da princesa, a última foto da família no Brasil, as louças com monograma da Casa Imperial, a Lei Áurea emoldurada foram alguns dos itens que transportaram os convidados para o passado.

A decoração assinada por Andrea Kapps Bridal GuideANDRÉA KAPPS DECORAÇÃODecoração & CenografiaRio de Janeiro, PetrópolisPortfólio foi leve e delicada, combinando com a arquitetura dos ambientes internos. O mobiliário clássico da Chiavari Bridal GuideCHIAVARIAluguel de MóveisRio de Janeiro, Rio de Janeiro, PetrópolisPortfólio, como as cadeiras Tiffany, foram as escolhas de Andrea. Algumas das mesas foram cobertas por toalhas de linho e receberam porcelana portuguesa e inglesa junto a taças de cristal e objetos de prata. Como porta-guardanapos, camélias brancas (de tecido), símbolo da abolição. Mais abaixo, segue o texto sobre a história impresso no menu. Para o projeto floral, Anderson Barcellos utilizou hortênsias, símbolo da cidade de Petrópolis, e orquídeas.

No menu, os dizeres: “Em um dos bailes do Império, estavam a Princesa Isabel e o então prefeito do Rio, um negro abolicionista chamado André Rebouças. O baile seguia e ninguém tirava o prefeito para dançar. A princesa incomodada com a situação se levantou e convidou o prefeito para bailar. Grato com sua atitude, no dia seguinte ele enviou um bouquet de camélias, já simbolo do movimento abolicionista. Em 1988, AP S.A a assinatura da Lei Áurea, a Princesa Isabel foi presenteada pela diretoria da confederação do movimento vitorioso com um bouquet de camélias artificiais e pelo quilombo do Leblon com mudas que foram plantadas por ela nos jardins de sua casa, onde permanecem até hoje.” 

D. Pedro Carlos de Orléans e Bragança, bisneto da Princesa Isabel, e um dos diretores da propriedade.

No almoço, Rosani Simas apresentou sua versão de empratado para casamentos. O menu, que fez uma releitura dos cardápios do Império, trouxe Salada de folhas verdes com figo como entrada; Tortelli de batatas com nozes, Bacalhau Imperial e Cordeiro com legumes grelhados como pratos principais, e Ovos nevados com creme de amêndoas de sobremesa.

A última apresentação musical foi comandada por um grupo de chorinho, da Live Love Waves. A escolha deste gênero se deve ao fato de que Joaquim Antônio da Silva Calado, reconhecido por todos como “pai do choro” recebeu uma condecoração do Imperador Dom Pedro II em Petrópolis. E também ao fato do choro ser considerado o primeiro ritmo tipicamente brasileiro.

Após o almoço, visitamos a Catedral de São Pedro de Alcântara, onde a Versus Quatro fez uma linda apresentação de música clássica. Foi emocionante, a catedral tem uma acústica maravilhosa e as vozes dos tenores eram de arrepiar. Não teve um convidado que não se emocionou.

E quando a gente achava que não haviam mais lágrimas, no retorno à casa da Princesa Isabel, o coral dos Canarinhos de Petrópolis fez uma linda e fofa apresentação da varanda da casa da Princesa. O grupo é o mais antigo do Brasil, com mais de 70 anos de história.

O Brownie do Ton também se inspirou no clima de realeza para criar as lembrancinhas. Todos os convidados receberam uma linda caixinha personalizada com lacre de cera e imagem da cidade histórica. Dentro brownie recheado de Nutella e doce de leite argentino.

Fotos: Giovani Garcia | Vídeo: Cristiano Oliveira | Assessoria: Vivian Lahr Bridal GuideVIVIAN LAHR ASSESSORIA E CERIMONIALAssessoria & CerimonialRio de Janeiro, PetrópolisPortfólio | Decoração: Andrea Kapps Bridal GuideANDRÉA KAPPS DECORAÇÃODecoração & CenografiaRio de Janeiro, PetrópolisPortfólio | Móveis: Chiavari Bridal GuideCHIAVARIAluguel de MóveisRio de Janeiro, Rio de Janeiro, PetrópolisPortfólio | Estrutura de palco: Ambiente Lahr | Projeto flora: Anderson Barcellos Designer Floral | Paisagismo e flores: Imperfolhas Paisagismo, Itaverde jardinagem e Orquidário Binot | Talheres e sousplats de prata: Arte de Receber | Toalhas: Ruth Dourado | Tapetes: Empório Spiro | Objetos de cristal e prata: Essencial Etc | Porta-guardanapos de camélias artificiais: Bia Gelli | Buffet: Rosani Simas | Show: Produtora Live Love Waves | Sonorização: Dj Mau | Coral: Canarinhos de Petrópolis

. . . . . . . . . .

Veja também: 

Welcome drinks e almoço na Fazenda São João do Penedo

Jantar na Locanda Della Mimosa

Brunch na Fazenda Santo Antonio

Ficha Técnica

Fornecedores que

Decoração & Cenografia: ANDRÉA KAPPS DECORAÇÃO Bridal GuideANDRÉA KAPPS DECORAÇÃODecoração & CenografiaRio de Janeiro, PetrópolisPortfólio
Aluguel de Móveis: CHIAVARI Bridal GuideCHIAVARIAluguel de MóveisRio de Janeiro, Rio de Janeiro, PetrópolisPortfólio
Assessoria & Cerimonial: VIVIAN LAHR ASSESSORIA E CERIMONIAL Bridal GuideVIVIAN LAHR ASSESSORIA E CERIMONIALAssessoria & CerimonialRio de Janeiro, PetrópolisPortfólio