Babies & Kids Casa & Decor 15 anos
de 29/09 a 01/10 de 2017 Casa Petra São Paulo

Navegue como ou

Bate-papo sobre iluminação e som de casamento com a Truly Som e Luz

iluminação do casamento é capaz de transformar o espaço, além de valorizar o projeto de decoração. Já o som mantém o ambiente agradável aos convidados e é um dos segredos para uma pista de dança animada e confortável. É por isso que Caio MarcondesDaniel Brandão, da Truly Som e LuzFornecedoresTRULY SOM E LUZSom & IluminaçãoSão Paulo (Capital)Leia mais, fazem questão de ressaltar o quanto é importante os noivos se envolverem também com essa parte do casamento! No nosso bate-papo, eles “traduzem” alguns termos técnicos e dão dicas para que os casais evitarem erros comuns.

– Como tudo começou?

Somos amigos de infância, e sempre tivemos ideias e criações juntos, que, com o passar do tempo, foram tomando proporções maiores. Morei em Londres por quatro anos e, quando voltei, o Caio estava trabalhando em uma agência de publicidade na parte de planejamento estratégico. Unimos nossos conhecimentos e contatos para criar a Truly.

– Como vocês entraram para o mercado de casamentos?

O foco inicial da empresa já era o mercado de casamentos. A sede da empresa sempre foi em São Paulo, mas, como fomos praticamente criados em Ilhabela, utilizamos nosso conhecimento e facilidades locais para explorar o mercado de casamentos que estava tomando uma enorme proporção no litoral. Identificamos uma demanda de serviços de som e iluminação que não estava sendo suprida a nível dos eventos que ali estavam sendo realizados. Com essa ascensão, grandes profissionais da capital começaram a prestar serviços por lá e tivemos a oportunidade de mostrar nosso trabalho. Com isso, muitas portas se abriram também no mercado da capital e, rapidamente, estávamos com uma agenda bem preenchida entre interior, capital e litoral.

– Quais serviços vocês oferecem?

Oferecemos toda a parte de sonorização, incluindo equipamentos para banda, iluminação cênica e iluminação para pista de dança, além da parte artística com DJs e intervenções de saxofone e violino. Somos apaixonados pelo que fazemos e sempre nos envolvemos dos pés à cabeça em cada projeto para buscar diferenciais e cuidar de tudo nos mínimos detalhes. Nossa preocupação com a estética é a mesma que temos com a técnica e isso reflete muito no evento como um todo. Talvez, esse seja um grande diferencial que nos fez ganhar o nosso espaço no mercado. 

– Qual a importância de contratar um bom serviço de iluminação e som para o casamento?

É muito importante!! Nosso maior desafio é mostrar para os noivos a importância de algo que tem um valor alto na planilha de gastos, mas que não é sensorial. Em uma degustação, por exemplo, eles conseguem identificar qual o buffet que mais agrada ao paladar deles. A noiva sempre sonhou com o vestido, as flores… Mas som e luz? Talvez não sejam diretamente um objeto de desejo, mas, sem dúvidas, têm um impacto enorme no evento como um todo. A iluminação está diretamente relacionada à decoração e ao espaço que os noivos escolheram. Ela tem o poder de valorizar e destacar tudo o que está lá para ser apreciado, como detalhes da arquitetura, belezas naturais e, claro, o projeto de decoração. Em relação ao som, ter um sistema de sonorização balanceado e devidamente distribuído por todo o ambiente é essencial para garantir o conforto dos convidados. E isso gera nitidamente um aumento no tempo de permanência na festa.

– E como vocês “traduzem” termos técnicos para que os noivos entendam essa importância? 

A iluminação e o som do casamento ainda são um assunto um pouco distante para a maioria dos casais. Então, procuramos fazer reuniões presenciais para esclarecer de forma simples todos os termos técnicos apresentados em uma proposta. Por exemplo: não é interessante para uma noiva se utilizaremos lâmpadas de 4, 8 ou 24 graus em um arranjo de centro de mesa ou o funcionamento de um rack dimmer. Mas é importante mostrar a ela que a iluminação será focal e que teremos o controle de intensidade de cada setor para deixar o ambiente aconchegante e evitar aquela massa de luz indesejada. Basicamente, buscamos falar sobre o resultado final dos nossos serviços, em vez de nos estendermos falando sobre os equipamentos que serão utilizados.

– O que vocês consideram uma boa iluminação de casamento?

Um projeto de iluminação bem executado é a combinação entre foco, ângulo e intensidade. É preciso utilizar o refletor correto para cada finalidade, saber o que deve ou não ser valorizada dentro do projeto. A iluminação focal, por exemplo, deve vir de diferentes ângulos para eliminar sombras nos arranjos e garantir que não incomode a vista dos convidados. Além disso, para nós, a iluminação cênica deve acompanhar os momentos da festa. Por exemplo: a luz do buffet deve ganhar um toque de intensidade a partir do momento em que o jantar for servido e, ao final do serviço, deve ser reduzida. Em determinado momento, a iluminação ambiente e das mesas deve perder um pouco de intensidade para que a luz da pista ganhe destaque.

– Quais os principais erros que os noivos costumam cometer em relação à iluminação do casamento?

Não são muitos, pois nós procuramos orientar o casal desde o início da negociação. Mas, entre os principais, está tentar enxugar os gastos reduzindo o valor do projeto e diminuindo o número de refletores. Nossos preços são formulados com base no projeto que criamos para o evento, não cobramos por ponto de iluminação. Temos um padrão de qualidade e nada que deva ser valorizado vai deixar de ser iluminado em um evento em que estamos envolvidos.

– O que existe de mais tecnológico em iluminação e som para festas?

Hoje em dia, a tecnologia avança em uma velocidade impressionante! Um dos destaques são os sistemas de caixa ultra-compacta, da K-Array, que utilizamos. Elas têm aproximadamente 10 cm de largura, mas são suficientes para uma pista de dança de até 400 pessoas.

– Como a iluminação influencia na decoração?

A iluminação cênica está diretamente relacionada à decoração. Além de valorizar a arquitetura do espaço, nosso principal objetivo é destacar a a decoração escolhida para o evento. E fazemos isso por meio de diferentes tipos de refletores, que valorizam os mínimos detalhes do projeto de maneira pontual e minimalista. Um projeto de iluminação cênica mau executado pode fazer com que até mesmo os melhores projetos de decoração não atendam às expectativas dos noivos.

– Como vocês alinham o projeto de iluminação com a decoração?

Recebemos a planta do evento com antecedência e nos reunimos com o decorador para entender o formato, o tamanho e a altura dos arranjos e dos objetos que serão utilizados. São pontos essenciais para o alinhamento do nosso projeto.

– Como criar um ambiente aconchegante e intimista?

Com uma iluminação indireta bem pontuada e com a intensidade correta para cada momento.

– Como é a iluminação perfeita para a pista de dança?

Uma iluminação bem preenchida com cores e movimentos. Além da qualidade e quantidade ideais de equipamentos, é importantíssimo ter um bom técnico iluminador, que irá controlar a iluminação criando os movimentos de acordo com as músicas tocadas pelo DJ ou banda. A experiência na pista de dança tem que ser auditiva e visual, e é por meio da sincronia das músicas com a luz que se consegue isso. Muitas noivas pedem para não usarmos a famosa máquina de fumaça, que, sem dúvida, se não for utilizada da forma correta por incomodar os convidados, sim. No entanto, ela é essencial para dar vida à iluminação da pista de dança.

– O que vocês consideram um bom som de casamento?

Um projeto bem executado tem como objetivo manter o som homogêneo em todo o espaço. Ter um controle de volume independente em cada ambiente, além de uma boa pressão sonora na pista de dança, é essencial para entregar a emoção por completa aos convidados.

– E quais são os principais erros que os noivos cometem em relação ao som?

Alguns questionam a necessidade de um sistema de sonorização ambiente, dando a entender que o som da pista de dança seria suficiente para preencher os outros espaços. Você pode até escutar o som se estiver afastado da pista de dança, mas a sensação é de estar fora da festa. Além disso, no começo do evento, por exemplo, quando o som ainda está apenas ambiente, você terá um áudio muito baixo, para quem estiver longe do foco, ou alto demais, para quem estiver próximo às caixas. Quando se fala em som ambiente, mais é menos. Quanto mais caixas espalhadas pelo ambiente, menos volume precisa ter nas caixas para cobrir toda a área da festa.

– Como driblar um espaço com a acústica ruim?

Controlar o volume e posicionar as caixas adequadamente, evitando direcioná-las para paredes lisas, onde só vão gerar mais reflexões, são cuidados que devem ser tomados. Além disso, é preciso entender quais as frequências que mais sofrem desse ambiente e equalizá-las de maneira correta. Também é possível usar a decoração a nosso favor. Ao identificar a acústica ruim em uma visita técnica, podemos combinar com os decoradores para, por exemplo, ter plantas em frente aos vidros, que podem atuar como difusores.

– Casamentos ao ar livre pedem um tipo diferente de estrutura de som?

Sem dúvidas. A dispersão sonora em um ambiente aberto é completamente diferente e exige uma potência maior e modelos diferentes de caixas.

– Quanto tempo antes do casamento os noivos devem procurar vocês?

Como gostamos de nos envolver com cada projeto, falamos que quanto antes, melhor. Mas o ideal é nos procurar a partir do momento em que é definida a decoração. Isso normalmente acontece com cerca de 10 meses de antecedência.

– Quais são os três conselhos que vocês dariam para os noivos na hora de escolher a iluminação e o som do casamento?

  1. Escolham empresas especializadas em casamentos. Iluminação e sonorização para shows, por exemplo, são bem diferentes.
  2. Por mais que não tenham intimidade com o assunto, procurem se envolver e entender exatamente o que está sendo oferecido. Confiar em uma boa assessoria ajuda muito nesse momento.
  3. Para casamentos no litoral ou no campo, que começam ainda com a luz do sol, é essencial realizar o pre-light, que é a afinação da iluminação na noite anterior à festa. Assim, conseguimos dar a devida atenção ao alinhamento e aos ajustes entre decoração e iluminação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *