Babies & Kids Casa & Decor 15 anos

Navegue como ou

Bate-papo com o DJ Marcos Mamede

Uma festa animada, com a pista de dança bombando até o amanhecer, é o que a maioria dos noivos espera do casamento. E para que isso aconteça, a playlist tem papel fundamental! Mas montar um repertório redondo não é tarefa fácil. Quais músicas não podem faltar? Como manter os convidados animados durante a noite toda? Qual o perfil musical da festa? São tantas dúvidas! E para esclarecê-las, batemos um papo com o DJ Marcos Mamede, responsável pela playlist de muitos casamentos no Rio de Janeiro!

bate-papo-dj-marcos-mamede

– Como tudo começou?

Comecei aos 14 anos, com o Márcio Torres, o principal DJ do Rio de Janeiro naquela época. Aprendi muito com ele, principalmente a ser criterioso na seleção do repertório e ter uma identidade musical.

– Como você faz para traçar o perfil musical de um casamento?

Procuro conversar com os noivos antes da festa e obter todas as informações necessárias sobre o gosto musical deles. Existe alguma música que não pode faltar? Qual é o estilo ou época preferida? Existe algum gênero proibido? Qual o perfil dos convidados? Haverá muitos jovens na festa?

– Como fugir do mix padrão de repertório para casamentos sem deixar a festa desanimada?

Existe uma diferença entre o DJ dos clubes e baladas e o DJ das festas de casamento. O primeiro não tem compromisso com um contratante e pode tocar o que quiser. As pessoas na balada estão pré-determinadas a escutar e dançar determinado tipo de música. Já no casamento, o DJ deve observar as gerações presentes na festa e se adaptar. Também precisa ser flexível e não ser preconceituoso. Eu deixo de tocar um funk se a noiva me pedir, mas não porque eu não gosto. Não é meu gosto pessoal que está em jogo e, sim, o sucesso da festa. Se determinada música funciona para aquelas pessoas, não tenho medo de tocar. Quando digo que sou criterioso, me refiro à versão que será executada. Muitas vezes, existem muitos remixes de uma música e uma pode funcionar melhor para uma pista de 15 anos, enquanto outra é mais adequada para um casamento.

– Quais são as músicas que você considera infalíveis para a entrada dos noivos na festa?

Depende muito do casal, mas o importante é que seja impactante. Vale desde I Was Born To Love You, do Queen, até How Deep Is Your Love, do Calvin Harris.

– Quais são as músicas ou estilos que não podem faltar na playlist?

Pessoalmente, prefiro House e Disco. Mas sou bastante eclético e aberto em relação a diversos estilos. Vou preparado para a guerra! No meu pendrive tem de tudo um pouco, até mesmo tango ou tarantella.

– A música é importante para a festa, mas o sistema de sonorização também que ser bom. Quais suas dicas para que os noivos não errem nessa escolha?

Opto por levar meu próprio sistema de som, que inclui 4 CDJs 2000 Nexus Pioneer e amplificadores reservas para evitar imprevistos. Mas muitos DJs preferem alugar os equipamentos.

marcos-mamede-4

– Quais os três clássicos e as três músicas atuais que não podem faltar na playlist?

Clássicos: You’re the first, the last, my everything – Barry White; A Little Respect – Erasure; e Love Generation – Bob Sinclair

Atuais: This Girl – Kungs & Cookin’ on 3 Burners; Cheerleader – Omi; e This is what you came for – Calvin Harris feat. Rihanna

 

– Como você faz para estar sempre atualizado?

Faço minhas pesquisas musicais de diversas formas, pelo SoundCloud, Mixcloud, Apple Music, Traxsource… Procuro também observar o que meus DJs e produtores estão tocando e escutando. Gosto de visitar clubes e bares e viajar para conferir as tendências. A WMC, nos Estados Unidos em março e em Ibiza no verão europeu, são dois ótimos exemplos.

– Quais as três dicas que você dá para os noivos na hora de escolher as músicas do casamento?

  1. Lembrar que a festa não é apenas deles, mas de todos os convidados também.
  2. Permanecer na pista de dança pelo maior tempo possível. Os noivos na pista ajudam muito a manter a animação da festa!
  3. Evitar escolher músicas polêmicas, como hinos de clube. Imagine a saia justa quando o noivo torce para o Corinthians ou para o Flamengo e o sogro, que está pagando a festa, é vascaíno ou palmeirense? Socorro!

(Fotos: Reprodução)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *