Babies & Kids Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

Madrinha de preto no casamento - pode ou não pode?

Recentemente, postamos a tendência do detalhe preto em vestidos de noiva – algo que não é novo no mundo da moda bridal, mas que voltou com tudo no ano passado. E esta semana, o dress code do Globo de Ouro foi pretopor conta de uma manifestação, sim, mas que teve como efeito colateral o tapete vermelho mais chic da história! Então hoje vamos falar de preto para madrinhas – afinal, pode ou não pode?

Logo no começo do blog, fiz um post questionando o porquê de as madrinhas não poderem usar preto se, alguns degraus abaixo na igreja, vê-se tantas convidadas felizes da vida usando a cor. E provoquei dizendo “Ora, se as noivas que não são mais “puras” (99,99%?!) usam branco, por que as madrinhas que não estão de luto (!) não podem usar preto?” Dez anos depois, continuo com a mesma opinião. Para mim, o preto não carrega o significado do luto. É simplesmente uma cor maravilhosa que deixa qualquer pessoa mais chic e elegante.

Maaaas essa é uma opinião minha! Quem define as cores proibidas de cada altar é A NOIVA! E por costume, a regrinha básica é que branco e preto NÃO são permitidos no altar. Por isso, se você, madrinha, quiser usar um vestido preto, deve perguntar antes para a noiva em questão, ok?

Já nos EUA, é relativamente comum ver noivas que definem o preto como dress code para suas madrinhas. O efeito é lindo! Faz um bonito contraste com o branco da noiva! Gosto especialmente quando se trata de um casamento black tie, porque daí os homens estão de smoking preto + camisa branca, ou seja, fica tudo black & white.

Para quem não tem medo de ousar e tem vontade de fazer um altar coordenado, abaixo seguem algumas inspirações:

Modelos diferentes na mesa cor para o destination wedding de Kylie Gattinella na Itália (que postamos aqui):

O mesmo modelo simples e chic para todas:

Quando se casou, o estilista Joseph Alturraza vestiu suas madrinhas Mélanie Huynh (ex-assistente de Carine Roitfeld na Vogue Paris) e Vanessa Traina (stylist, cujo casamento postamos aqui), e sua mãe (que não aparece nessa foto) com modelos pretos de sua marca:

E por fim, um exemplo de vestidos em preto com brilho:

(Fotos: Reprodução)

3 Comentários

  1. Gabriela Andrade 12 de Janeiro de 2018

    Eu me casei em 2009, e antes de casar li esse post ao qual vc se refere. Não só li, como achei GENIAL e comparilhei com minhas madinhas, uma inclsive pensou em ir de preto, mas acabou mudando de ideia.
    Lembro de vc falar que ninguém ia confundir a noiva com qualquer outra convidada de Branco, que se supõe que quem vai ao casamento pelo menos conheça a noiva, a ponto de não confundir ela com outra pessoa, e que além disso a Noiva usa véu e grinalda… Esse post foi realmente marcante!

    • Constance Zahn 17 de Janeiro de 2018

      Oi, Gabriela!! hahaha não acredito que você se lembra (tão bem) do post!! 🙂 Fico feliz que tenha feito sentido pra vc na época!! rs E feliz também de você continuar por aqui, tanto tempo depois!! 🙂 <3

      Bjss

  2. Ivy Farias 14 de Janeiro de 2018

    Acho justo mesmo porque todo mundo tem um pretinho ou quem não tem é uma ótima oportunidade para adquirir- e fica para sempre. Compartilho da sua opinião, Constance.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *