Babies & Kids Casa & Decor 15 anos
de 29/09 a 01/10 de 2017 Casa Petra São Paulo

Navegue como ou

Diário de Noiva: os trajes masculinos

Na nossa revista, dedicamos umas 20 páginas à matéria do casamento. Mas é claro que ainda tenho o que contar, por isso, continuo aqui o meu Diário de Noiva.

Pode parecer curioso que eu tenha escolhido falar sobre os trajes masculinos antes mesmo de falar mais sobre o meu vestido… mas a verdade é que o primeiro post de todos – antes do noivado, antes do anel – deveria ter sido sobre o fraque do noivo. Por que foi a partir do fraque que os preparativos começaram… exatamente dois anos atrás! rs

Em setembro de 2011, o F*Hits me convidou para ir para a London Fashion Week. Na época, já falávamos sobre casamento, mas ainda de uma maneira um pouco distante… quer dizer, eu já estava querendo marcar uma data ( acho que é normal para quem namora há muitos anos )… e Agosto de 2012 me parecia perfeito, porque eu queria uma estação seca aqui no Brasil ( ainda não imaginava que nos casaríamos na Itália ).

Bom, quando essa viagem surgiu, pensei “Sabe-se lá se vou conseguir voltar a Londres até agosto de 2012… já vou garantir o fraque dessa vez!”. Mas como comprar sem comunicá-lo?! Ou melhor, como comunicar se ainda não havia nem sido pedida oficialmente…?!rs Eu precisava das medidas dele… e não encontrei outra forma de dizer que não sem rodeios: “Olha, como você sabe, vou para Londres… e vou comprar o seu fraque.” Ele arregalou os olhos! hahaha Passado o susto depois muitas explicações, mostrei algumas referências para ver do que ele mais gostava, peguei as medidas e fui.

Esse foi o real motivo da minha expedição na Savile Row, a famosa rua dos alfaiates, que contei num post bastante explicativo. ( também foi nessa mesma viagem que confabulei aquele plano infalível – que faliu – para o meu anel de noivado… rs )

Fui passando por cada uma das vitrines que mostram os ateliers dos alfaiates, entrei de loja em loja para ver quem vendia fraque pronto ( a maioria das lojas faz sob medida ), conversei com os vendedores para aprender mais sobre os tecidos, sobre as opções de coletes, como combinar o lencinho… enfim, fiz uma verdadeira imersão no assunto! Estava mais feliz que criança na Disney!

No fim, a loja escolhida para comprar o fraque foi a Ede & Ravenscroft. Fundada em 1689, é a alfaiataria mais antiga de Londres –  fato que por si só já me emociona! Mas o momento em que as lágrimas escorreram – mesmo – foi quando o vendedor trouxe tudo o que pedi e “montou o look” do noivo sobre a mesa! Foi a primeira “materialização” do casamento, o primeiro momento em que pude visualizar o Tiago como noivo! Fiquei emocionada de verdade! A gravata e o lenço para o bolso eu comprei na Gieves & Hawkes. Preciso dizer o quanto fui rezando durante a viagem da volta para a minha bagagem chegar intacta?!?! hahaha

Bom, e é isso… acho que esse deve ter sido o primeiro caso em que o traje do noivo foi decidido um ano antes que o da noiva!rs Não dá para ver muito bem nas fotos, mas o tecido do fraque tem uma textura bem bonita e o colete é trespassado com lapela. A camisa foi feita com o Sr. Romildo, em São Paulo ( tel.: 3062-8494 ).

fraque-tiago-noivo-constance-zahn

No fim das contas, como o casamento aconteceu um ano depois do (meu) previsto, acabei voltando mais 2 vezes a Londres e, em uma das ocasiões, comprei o fraque do meu pai, os coletes e as gravatas dos padrinhos.

Queria um fraque diferente do noivo para o meu pai, então escolhi um modelo todo cinza. Para o colete e gravata, fiz a combinação inversa à do noivo: colete azulzinho e gravata amarelinha.

fraque-pai-noiva-casamento-constance-zahn

Para os padrinhos, alugamos os tradicionais fraques em cinza escuro na Black Tie, que, na minha opinião, tem os melhores fraques para aluguel em São Paulo. Como presente, demos a eles o colete de linho bege e a gravata azul marinho de bolinhas brancas ( tão pequenininhas como cabecinhas de alfinete), em caixas personalizadas feitas pela S-Cards. Na semana que vem, mostro fotos dos presentes dos padrinhos.

traje-padrinhos-fraque-casamento-constance-zahn

Para as lapelas, escolhi apenas flores brancas. O noivo levou um raminho de muguet, combinando com o meu bouquet. Meu pai levou uma gardênia branca. O pai do noivo e os padrinhos levaram cravos brancos.

flores-brancas-lapela-casamento-constance-zahn

Fotos: Kate Murphy e celulares de amigos

20 Comentários

  1. Manu 16 de setembro de 2013

    Nossa, Constance! eu nunca imaginei que a história fosse começar pelo traje do noivo… tou adorando o seu diário e eu já tou curiosa pra ouvir o resto da história 🙂

    Bjns.

  2. maria Helena Asperti 16 de setembro de 2013

    Bom dia Constance,

    Pedi sua revista pelo blog,e ate agora não recebi.
    Obrigada

    • Constance Zahn 16 de setembro de 2013

      Olá, Maria Helena! Tudo bom?

      No momento da compra, havia uma mensagem informando que as revistas seriam enviadas a partir do di 09 de setembro, pois as revistas chegaram no nosso escritório apenas no dia 9.

      Como o volume de vendas superou – e muito – a nossa capacidade de empacotá-las, os envios começaram no dia 10.

      Peço um milhão de desculpas pela demora. Não tínhamos como prever a demanda e a nossa estrutura é pequena. Mas já normalizamos a situação e agora TODAS as revistas já foram enviadas.

      Certamente, você receberá a sua dentro de poucos dias.

      Bjs

  3. Andreza 16 de setembro de 2013

    Como pode ter tanto bom gosto? É seu irmão de terno cinza clarinho? Vc são muito parecidos! =O

    • Constance Zahn 16 de setembro de 2013

      Andreza, sempre querida!! ♥ Sim, é o meu irmão… somos bem parecidos mesmo! rs 🙂 Bjss

  4. Daniele 16 de setembro de 2013

    Sempre surpreendente e impecável !

    Seu site foi inspiração 100% para o meu !

    Espero anciosa a chegada do seu baby .. assim , como hoje já tenho meu tesouro ,
    acompanharei muito mais (se isso for possível ) !rs
    bjo

  5. Louise Viana 16 de setembro de 2013

    Nossa, depois de comprado o fraque, não tinha como não iniciar o planejamento de todo o restante, né?! eu comprei um jogo de jantar muito antes de ficar noiva! Rsrsr… O noivo pirou!

  6. Ana 16 de setembro de 2013

    Que post sensacional! E surpreendente! Adorei! bjos

  7. Tel Monteiro 16 de setembro de 2013

    Confesso que fiquei bastante surpresa e intrigada com as escolha do colete e gravata em tons claros. Mas me surpreendeu pro lado bom… pq amei. Super diferente do usual daqui do Brasil… ficaram lindos.

    Não vejo a hora de vc contar sobre o seu vestido… 😀

    Parabéns mais uma vez, seu casamento foi lindo em tudo!

  8. Larissa Guimarães Porto 16 de setembro de 2013

    Já estava com saudades de seu diário de noiva! Ansiosa pelas novas postagens!

  9. Beatriz 16 de setembro de 2013

    E que bom que o noivo manteve as mesmas medidas por dois anos, to até com inveja! hahahaha

    Adorei a historia!

    Beijos

    • Constance Zahn 16 de setembro de 2013

      Beatriz, na verdade, eu comprei um tiquinho menor e ele perdeu uns quilinhos… rs Já o meu pai eu acho que engordou um pouquinho antes do casamento, porque ele foi com muita antecedência, e ainda passou pela Alemanha antes… esse é o perigo do destination wedding na Itália! rsrs Bjss

  10. Manu 18 de setembro de 2013

    Oii Constance,

    Desculpa a minha pergunta nada a ver com o post dos trajes masculinos. É porque vou me casar agora no dia 05 de Outubro e estou super nervosa e em duvida do que vou fazer nas minhas unhas no grande dia. Lembro que você fez um post falando que ia colocar unhas em gel para o seu casamento e voltei la no post do dia 24/04/13 para tirar algumas duvidas. Afinal, você fez mesmo em gel? Ficaram bem feitas? E depois? Durou?? Muito obrigada!!

    Ass.: Noivinha desesperada

    • Constance Zahn 20 de setembro de 2013

      Oi, Manu! Tudo bom?

      Então, para o meu casamento, com a correria que foi aqui antes de viajar, não consegui fazer a unha em gel ( é um processo que dura quase 3 horas ). No fim das contas, fiz a unha normal mesmo.

      Mas, agora para o lançamento da revista, como elas estavam curtas demais (para o meu gosto), fiz as unhas em gel.

      Bom, a minha avaliação é a seguinte: elas ficam lindas e bem feitas! Em relação à durabilidade é que eu tenho algumas ressalvas a fazer. As minhas, depois de um tempinho, começaram a descolar (não a ponto de cairem, mas dava para ver que estava descolando). A manicure já havia me alertado sobre a possibilidade de isso acontecer. Além disso, as minhas unhas crescem muito rápido então precisei fazer a manutenção em 2 semanas ( ao contrário do que eles “recomendam”, que é de 3 em 3 semanas ). O esmalte, este sim, dura que é uma beleza – não perde o brilho nem descasca.

      Ontem, quando fui fazer a manutenção, fiquei sabendo do esmalte em gel – que é um esmalte de maior durabilidade. É uma opção também…

      Eu achei bom a unha em gel porque as minhas unhas quebram com muita facilidade e porque eu realmente não tenho paciência de ir semanalmente ao cabeleireiro.

      Na época do post, muitas pessoas falaram mal sobre a técnica, me disseram que eu iria me arrepender… por enquanto, está tudo bem… tenho que ver a longo prazo o que acontece. Mas quando eu levantei a possibilidade com a minha dermatologista, ela disse “fazer uma vez não tem problema..”

      Eu fiz no Salão 1838.

      Bom, acho que é isso… se tiver mais alguma dúvida, me fala! 🙂

      Beijoss

  11. Thais 19 de setembro de 2013

    Oi Constance, fiquei super curiosa para saber sobre a história do plano infalível para seu anel de noivado – que faliu! – Hehehe, vc conta isso em algum post?

    (Tb tive uma história maluca envolvendo meu anel de noivado, rs…)

    No mais, OBRIGADA pelos seus posts sempre tão informativos e educados!

    • Constance Zahn 20 de setembro de 2013

      Olá, Thais! Tudo bom?

      Eu contei parte dessa história no post sobre o meu anel de noivado, no Diário de Noiva. rs

      Bjss

  12. Giovanna Canelli 20 de setembro de 2013

    Cons, que lindo!!

    Fiquei com uma curiosidade, desculpe perguntar, seu irmão não foi padrinho?

    Bjoss

  13. Juliana Cravol 17 de fevereiro de 2014

    Olá querida! Adoro seu Blog, Instagram e afins, rs. Gostaria de pedir um post falando sobre as tendencias de trajes masculinos e femininos para casamento.
    Sempre tive a idéia de sugerir que meus padrinhos usassem meio fraque da Black Tie. Mas, não sei.. tenho visto em Blogs ternos comuns sendo usados. Apenas padronizando as cores….
    O que você acha? Pode dar sua opinião, ou montar uma matéria á respeito…
    Obrigada!
    bjo

  14. Rafaela 29 de setembro de 2014

    Olá.
    Gostaria de saber sua opnião sobre a gravata para padrinhos.
    Não consegui padronizar um único tipo de terno para meus padrinhos. Acredito que a maioria vá de terno preto.
    O que você acha do terno preto com gravata azul marinho e camisa branca?
    A segunda opção seria o cinza. Mas queria mudar um pouco desse tom.

    Obrigada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *