Babies & Kids Casa & Decor 15 anos
de 29/09 a 01/10 de 2017 Casa Petra São Paulo

Navegue como ou

Destination wedding no Parque Lage: Amy Terry + Basil Mavroleon

Imagino que muitos de vocês tenham visto as fotos que rolaram no Instagram nesse fim de semana, do casamento de Amy Terry e Basil Mavroleon. Eu estou até agora passada com tudo!!

Quando estava no Rio Grande do Sul para as gravações do programa do Luciano Huck com o Roberto CohenFornecedoresROBERTO COHEN CERIMONIALAssessoria & CerimonialRio de JaneiroLeia mais, ele comentou comigo sobre esse casamento que estava organizando… que os noivos moravam em Londres e haviam escolhido o Rio de Janeiro, que seriam 3 dias de festa, que viria muita gente importante do mundo inteiro e ficaria no Hotel FasanoFornecedoresHOTEL FASANO RIO DE JANEIROHotéis - Noite de NúpciasRio de JaneiroLeia mais, que teria um welcome na praia na quinta, que a festa do casamento mesmo seria no Parque Lage (e que este não receberia cobertura) na sexta, que no dia seguinte haveria uma festa em uma mansão… Ou seja, muitas pistas de que vinha coisa boa por aí! Mas não tinha como imaginar que seria tão incrível assim! Foi um casamento grandioso sem exageros, tradicional com toque fashionista, um mix do chic britânico com a bossa carioca. 

Vamos começar pelo vestido de noiva? Assinado por Giambattista Valli, o modelo era imponente pelo volume da saia e comprimento da cauda, mas extremamente leve pelo movimento do tecido (que parece ser mousseline). Na verdade, era um vestido clean de decote ombro-a-ombro com um toque fashionista: as mangas bufantes! (clica aqui para ver o post sobre mangas bufantes!) Para complementar o look leve, um véu liso, que na entrada cobriu o rosto da noiva (e ficou lindo!), e uma beleza discreta (make natural + coque baixo com flores brancas). O bouquet era de flores brancas e de tamanho pequeno.

Vamos falar sobre a elegância do noivo também? Ele usou um belo fraque todo cinza ( fraque não precisa sempre ter a calça de risca) com gravata verde oliva.

O convite e toda a papelaria, como já é de praxe entre os casamentos da turma fashionista, era aquarelado e escrito à mão.

O cenário da cerimônia, marcada para às 15h, foi a deslumbrante Igreja São Francisco de Paula, no centro do Rio. A nave foi decorada com guirlandas de flores brancas, em que o verde das folhagens predominou (adoro!).

Aperte o play aqui para assistir ao vídeo da saída dos noivos! Dá para ver bem o movimento lindo da saia!

Como comentei antes, a festa aconteceu no Parque Lage, a escolha perfeita para um casamento digno de princesa! E o que mais gostei foi justamente que a beleza do Parque Lage foi valorizada – e não escondida – pela decoração! Vic Meirelles não fez cobertura e montou lounges em volta da piscina iluminada, com mobiliário clássico da FestahFornecedoresFESTAHAluguel de MóveisSão Paulo (Capital), São Paulo (Interior), Rio de JaneiroLeia mais e palmeiras também iluminadas. A arquitetura maravilhosa do local brilhou, assim como o Cristo Redentor, que pode ser visto de lá! Nas mesas dos convidados, arranjos de folhas de magnólia salpicados de florzinhas brancas (orquídeas denphal). Nos buffets, mini árvores de laranjinhas. Chic até não poder mais! Abaixo, as fotos belíssimas que a V RebelFornecedoresV REBEL CINEMA ONEFotografiaSão Paulo (Capital), Rio de JaneiroLeia mais fez da festa:

O coquetel foi servido no lado de fora e, quando entraram, os convidados foram recepcionados por um grupo de capoeira e trinta bahianas no mezanino:

#powerbeauty #Repost @paulabezerrademello (@get_repost) ・・・ #amyandbasil

A post shared by Max Weber (@maxwebertotalbeauty) on

O menu foi assinado pela banqueteira Maria Alice Solimene, que, entre outras coisas, serviu no coquetel alguns clássicos brasileiros, como pasteizinhos (de camarão, de carne com molho vinagrete, de queijo e de palmito) e mini coxinhas. No jantar, bacalhau nas natas com purês de mandioquinha e de batata doce, além de mignon de vitela com salada de legumes. Na madrugada, Maria Alice fez uma mesa de delícias árabes, servidas em prata marroquina.

Maria Alice Solimene em ação

O bolo de casamento de laranjinhas, feito por Isabella Suplicy, foi servido ao lado da mesa de sobremesas, com sorvetes em cones e minestrone de frutas. Não houve mesa de docinhos.

Thank you Amy and Basil for the most incredible wedding and for bringing all of us to Rio ❤️ ❤️#mavrio

A post shared by Caroline Winberg (@carolinewinberg) on

Acho que os convidados estrangeiros não poderiam ter uma experiência melhor do Brasil! Bravo, Roberto Cohen (e obrigada pelas informações;) )!

Agora, os looks de algumas das convidadas:

Giovanna Battaglia, de Lanvin

Sophia Lie, Petrina Nyström, Arizona Muse, Caroline Winberg

Irene Forte (à esq.) e Paula Taylor Buttery (à dir.)

Fotos da decoração: V RebelFornecedoresV REBEL CINEMA ONEFotografiaSão Paulo (Capital), Rio de JaneiroLeia mais | Fotos de pessoas: reprodução do Instagram | Fotos oficiais dos noivos (que ainda não foram publicadas): Daniela Picoral | Assessoria: Roberto CohenFornecedoresROBERTO COHEN CERIMONIALAssessoria & CerimonialRio de JaneiroLeia mais | Cerimônia: Igreja São Francisco de Paula | Local da festa: Parque Lage | Decoração: Vic Meirelles | Móveis: FestahFornecedoresFESTAHAluguel de MóveisSão Paulo (Capital), São Paulo (Interior), Rio de JaneiroLeia mais | Iluminação: Two LightsFornecedoresTWO LIGHTSSom & IluminaçãoRio de JaneiroLeia mais | Velas: Eliana Lipiani | Paisagismo: Hortoart | Buffet: Maria Alice Solimene | Materiais: D. FilipaFornecedoresD. FILIPAAluguel de MateriaisSão Paulo (Capital)Leia mais | Bolo: Isabella SuplicyFornecedoresISABELLA SUPLICYBolos & DocesSão Paulo (Capital)Leia mais | Bar: Help BarFornecedoresHELP BARBebidas & Serviços de BarSão Paulo (Capital), Rio de Janeiro, BrasíliaLeia mais | Vestido de noiva: Giambattista Valli | Beleza: Max Weber | Bouquet: Studio Lilly

5 Comentários

  1. Nadhia 29 de maio de 2017

    Lindíssimo! Os lugares nas mesas eram marcados?! Se sim, o que você acha de lugares marcados, podia fazer um post!

    • Constance Zahn 30 de maio de 2017

      Sim, eram lugares marcados. Nesse caso, em que as pessoas vinham de fora e, necessariamente, sabia-se quem estaria presente, é mais fácil de ter lugar marcado.

      Acho que esse tema já foi comentado em posts anteriores, não me lembro agora em qual exatamente para colocar o link aqui. Mas acho que o principal a dizer é :

      1) lugar marcado exige uma “operação” muuuuuuuito bem organizada da assessoria
      2) é preciso ter uma confirmação de convidados muito precisa para não ficar cheio de lugares vazios ou então lugares faltando
      3) sempre corre-se o risco de errar no planejamento dos assentos – colocar na mesma mesa pessoas que não gostariam de estar lado a lado

      Bjs

      • Nadhia 31 de maio de 2017

        Obrigada!

  2. Juliana Tozzo 30 de maio de 2017

    Casamentos sem coberturas são sempre de uma beleza inigualável… Mas e o medo, ainda mais em um país tropical?! rs Eu não dei conta…

    • Constance Zahn 21 de junho de 2017

      Ah, sim! Corre-se um risco enorme…!! rs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *