Babies & Kids Casa & Decor 15 anos
de 29/09 a 01/10 de 2017 Casa Petra São Paulo

Blog

Exibindo página 4 de 1296

Navegue como ou

Lua de mel: os memoráveis safáris do Quênia

Chamado de Berço da Humanidade por muitos antropólogos, o Quênia é um país selvagem, com ricos parques naturais, praias imaculadas e memoráveis legados da cultura suaíli – mescla das culturas árabe, persa, omani e bantu –, cujo povo habitava a grande faixa da costa do Oceano Índico. Nas reservas naturais do país vive o povo nômade Masai, que cria gado e ovelhas e convive harmoniosamente com os animais selvagens. Seus costumes e crenças são evidenciados durante os safáris, em suas vestimentas vermelhas, impressionante simplicidade e modo de vida rudimentar. A experiência no Quênia promete ser memorável, em especial pela emoção poderosa do contato íntimo e silencioso com a natureza na misteriosa savana. Nossa especialista em lua de mel, Teresa Perez Tours, conta mais sobre o destino exótico e inesquecível!

destaque

Reserva Nacional de Masai Mara

Great migration in Masai Mara, Kenya, Tanzania, Africa, a lot of wild animals in the nature habitat, big moments, wildebeest and zebras

African Maasai warriors

O Masai Mara, no sudoeste do Quênia, é uma continuação da reserva do Serengeti, na Tanzânia. Por não haver cercas na fronteira entre os dois países, os animais circulam livremente entre os parques. Sendo assim, entre os meses de setembro e novembro, ambas as reservas são palco da Grande Migração de zebras, gnus e outras espécies de antílopes – em um dos maiores espetáculos da vida selvagem na Terra. Como consequência deste processo de migração, há também uma impressionante concentração de predadores, que aproveitam a oportunidade para se alimentar. Um voo de balão sobre a savana é uma experiência singular, e permite ver animais nativos como leão, leopardo, elefante, rinoceronte e búfalo.

Balloon safari

Parque Nacional Amboseli

No Parque Nacional Amboseli, a paisagem africana contrasta com a vista dos picos cobertos de neve do Monte Kilimanjaro, que surge ao longe na fronte com a Tanzânia. A região destaca-se por ser o melhor lugar da África para ver elefantes, que lá circulam em grande concentração. O Amboseli possui uma característica bem peculiar – ele é abastecido por água subterrânea provinda do derretimento da calota de gelo do Kilimanjaro, resultando em pântanos no coração do parque. Esse ambiente é ideal não só para os elefantes, mas também para os hipopótamos. A região abriga ainda mais de 50 espécies de mamíferos, como rinocerontes negros, empalas, gazelas, hienas e leões.

HOTÉIS

Angama Mara [Masai Mara]

Lua de mel no Quênia, teresa perez tours

Inspirado pela palavra suaíli “suspenso no ar”, o Angama Mara revela-se um dos mais espetaculares lodges da região: está no topo do Grande Vale do Rift, com vistas indescritíveis para a reserva Masai Mara. São apenas 15 “tendas-suítes”, que proporcionam todo o conforto possível. O serviço não poderia ser melhor – tem toda a calorosa recepção dos quenianos. Além da incrível infraestrutura, o destaque fica por conta dos safáris que exploram a exuberante vida selvagem da região.

Lua de mel no Quênia, teresa perez tours

Tawi Lodge

Lua de mel no Quênia, teresa perez tours

O Tawi Lodge ocupa uma área de conservação particular, na porta de entrada do Amboseli. Uma das características do lodge é o seu compromisso com sustentabilidade – totalmente integradas à natureza, 13 tendas são construídas com materiais naturais e possuem sistema de água e iluminação quase totalmente movida à energia solar. Cada acomodação tem seu próprio deck, que proporciona belas vistas para o Monte Kilimanjaro.

Lua de mel no Quênia, teresa perez tours

Ficha Técnica

Visto: O visto é necessário, e deve ser providenciado com antecedência no Brasil.

Vacinas: É necessária a l apresentação do certificado internacional de vacina contra febre amarela. A vacina deverá ser providenciada até 11 dias antes do embarque.

Clima: O Quênia tem clima equatorial, com dias de temperaturas médias entre 28ºC-30ºC no verão, e 22ºC-24ºC no inverno. Existem duas estações de chuvas: chuvas longas a partir de fim de março até o início de maio e chuvas curtas a partir de meados de setembro até meio de dezembro. Uma estação fria e seca se inicia em meio de junho e vai até início de setembro.

Melhor Época: Para se ver a migração, de julho a setembro.

Como chegar: Não há voos diretos do Brasil para a o Quênia. A melhor conexão é via Johanesburgo. Da capital, Nairóbi, pega-se um voo interno para a região dos safáris.

A Teresa Perez Tours é especialista em criar roteiros personalizados. Os programas são preparados de acordo com os interesses de cada casal. Solicite o atendimento de um consultor. Tel: 11 3799-4000 | 11 3390-9000 | 61 3217-2300 | 31 3131-3000 | E-mail: info@teresaperez.com.br

CZ Wedding Boutique: os estilistas de noiva e noivo

Escolher o vestido de noiva e o terno do noivo são momentos muito especiais dos preparativos do casamento. E uma preocupação nossa para o CZ Wedding Boutique (ingressos neste link) foi fazer uma curadoria entre os estilistas para conseguir atender a todos os estilos de noiva: clássicas, boho, modernas, glamurosas, fashionistas…, e noivos também. Dá uma olhada os profissionais que darão consultoria durante os três dias de evento:

LUCAS ANDERIFornecedoresLUCAS ANDERIVestidos de NoivaSão Paulo (Capital)Leia mais

. . . . . . . . . . 

EMANNUELLE JUNQUEIRAFornecedoresEMANNUELLE JUNQUEIRAVestidos de NoivaSão Paulo (Capital)Leia mais

. . . . . . . . . . 

LETHICIA BRONSTEIN

. . . . . . . . . . 

ROSA CLARÁ E YOLAN CRIS PARA CASAMARELA NOIVASFornecedoresCASAMARELA NOIVASVestidos de NoivaSão Paulo (Capital)Leia mais

. . . . . . . . . . 

MAISON ALEXANDRINE 

. . . . . . . . . . 

RICARDO ALMEIDAFornecedoresRICARDO ALMEIDANoivos & PadrinhosSão Paulo (Capital), São Paulo (Interior), Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, RecifeLeia mais

. . . . . . . . . . 

CAMARGO ALFAIATARIA

Veja também: Todos os profissionais do Andar Fashion

E mais: Compre seu ingresso neste link

Casamento em Minas Gerais: Barbara Dutra + Henrique Chaves

Uma reunião de trabalho foi o que uniu Barbara DutraHenrique Chaves. Quando completaram cinco anos de namoro, os dois decidiram morar juntos. E logo aconteceu o pedido de casamento“Como sempre trabalhamos no Carnaval de Belo Horizonte, costumamos programar uma viagem para descansar depois. Em 2016, decidimos ir para Caraíva. Henrique tinha tudo planejado, encomendou um anel de esmeralda com carinha de joia antiga. Mas lá, passamos dias rodeados por uma turma com um astral maravilhoso. Consequência: Henrique ficou dias com o anel no bolso, mas não conseguia o momento perfeito para fazer o pedido! No último dia, ele me chamou para dar um mergulho no rio e para ver o pôr do sol. Estávamos sozinhos, dizendo o quanto gostávamos um do outro e ele me pediu! Foi o momento perfeito!”, conta a noiva.

Apesar de ser fotógrafa de casamento, Barbara nunca sonhou com seu próprio grande dia. “Me realizo muito em participar de momentos tão especiais e de fazer parte da história de muitos clientes que se tornaram amigos. Mas, se fosse para casar, queria um grande banquete ao ar livre, de dia, em uma fazenda e debaixo de uma árvore”, explica. E a Fazenda Jagoara Velha, em Matozinhos, em Minas Gerais, se revelou o cenário perfeito para receber os 300 convidados“Em 2013, depois de passar um final de semana na Fazenda Jagoara com os pais, o Henrique me mandou uma foto e disse ‘já decidi onde nos casaremos’. Eu me apaixonei pelo lugar, que é histórico e abriga a Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Jagoara, que tem projeto arquitetônico e decoração de Aleijadinho, explica.

Os noivos adoram o estilo rústico, que foi o ponto de partida para a decoração do casamento. As ruínas da fazenda foram o fio condutor de todo o projeto, que deu destaque às folhagens. Amantes da gastronomia, Barbara e Henrique escolheram o Rullus BuffetFornecedoresRULLUS BUFFETBuffets & BanqueteirosBelo HorizonteLeia mais para assinar o menu da festa. “Como a cerimônia aconteceu às 14h30, a ideia era sentarmos e almoçarmos todos juntos, como uma grande família. E o Rullus FornecedoresRULLUS BUFFETBuffets & BanqueteirosBelo HorizonteLeia maisconseguiu servir os 300 convidados, com uma entrada e três pratos sequenciais, com maestria! Depois disso, tivemos uma mesa de antepastos, além de uma leitoa e um cordeiro assados – que foram preparados pelo noivo!”, elogia a noiva.

Barbara nunca havia se imaginado de noiva, e a primeira experiência com um vestido não foi das melhores. “Quando foi para Miami, aproveitei para experimentar alguns, só para ver como me sentia, e foi… horrível! Cheguei até a chorar de frustração!”, relembra. Então, Barbara decidiu procurar Susana Bastos, que já havia feito os vestidos de algumas amigas da noiva. “Ela se encontrou comigo algumas vezes para saber mais da minha história e, assim, se inspirar para criar meu vestido. O resultado foi esse: um vestido em seda italiana, com pássaros e rosas old school bordados em branco e franjas remetendo ao boho do campo!”, comemora.

penteado escolhido por Barbara também fugiu do tradicional“A princípio, eu casaria de cabelo solto, porque sempre fico com ‘crise de identidade’ quando estou de penteado. Não me sinto eu mesma! Rs Mas, o arranjo de cabelo que fiz com a artista plástica Ana Vaz ficava mais bonito com coque. A peça era uma espécie de tiara em tranças com correntes, que davam a pegada punk que eu queria. O véu era curto e também tinha correntes que desciam em meio ao tule!’, explica.

vídeo da Par FilmesFornecedoresPAR FILMESFilmagemBelo HorizonteLeia mais traduz bem a atmosfera incrível do casamento:


A decoração da festa foi pensada nos mínimos detalhes. “Eu queria que a vegetação fizesse parte do espaço, com plantas subindo pelas paredes e móveis. Tudo fluiu lindamente com as longas mesas comunitárias recheadas de detalhes, como cipós, limões, cascas de árvores, galhos e folhas… Tudo colhido na própria fazenda! Fizemos lounges para que os convidados pudessem ficar conversando a céu aberto e a pista de dança foi construída em madeira, para que ficasse mais orgânico, com tenda de cristal, para que as pessoas pudessem ver o céu, a lua e as árvores”, explica Barbara.  

Em formato circular, a mesa de doces se integrou perfeitamente à natureza. A madeira, presente no mobiliário e também nas bandejas, reforçou a rusticidade da decoração. Os doces e o bolo foram feito pela Inês Chaves Cake Design, que é comandada pela mãe do noivo.

bougainville foi um dos “destaques naturais” da decoração. “Colocamos uma peacock chair debaixo dela, para que os convidados pudessem se sentar e tirar fotos”, conta a noiva.

Entre os destaques do menu elaborado pelo Rullus BuffetFornecedoresRULLUS BUFFETBuffets & BanqueteirosBelo HorizonteLeia mais, o Ojo de bife com purê de batatas “Robuchon”, tomatinhos assados e alho poró confit – e para finalizar o prato, a receita de chimichurri do noivo.

Fotos: Aloha Fotografia e colaboração de Matheus Koelho | Vídeo: Par FilmesFornecedoresPAR FILMESFilmagemBelo HorizonteLeia mais | Assessoria: Le Cult | Espaço: Fazenda Jagoara Velha | Decoração: Museu de Grandes Novidades | Buffet: Rullus BuffetFornecedoresRULLUS BUFFETBuffets & BanqueteirosBelo HorizonteLeia mais | Bolo e doces: Inês Chaves Cake Design | Vestido de noiva: Susana Bastos | Acessório de cabelo: Ateliê Ana Vaz | Cabelo e maquiagem: Washington Rodrigues | Identidade visual: Maison Papye