Fernanda e Felipe se conheceram durante a faculdade de engenharia de computação, em São Carlos, em 2007! Ele era veterano dela e eles engataram um namoro entre 2008 e 2018. O pedido de casamento aconteceu em 2015, “durante nosso primeiro mochilão para a Europa“, como relembra a noiva.

Para o Felipe, era essencial que o casamento acontecesse na praia“, explica ela. A partir daí, e sabendo que queriam um casamento nada tradicional, eles encontraram o local, em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo. A noiva lista os toques diferentes que deram à festa: “Felipe entrou ao som de AC/DC, os padrinhos não eram necessariamente casais, a cerimônia foi ecumênica e as alianças foram levadas por nosso cachorro, Juca. Sugerimos, ainda, que os padrinhos usassem bermuda cáqui e que homens e mulheres viessem descalços.”

A fuga de um visual clássico levou Fernanda à busca por uma composição de saia longa e cropped top. “Vi meu vestido pela internet e fui a duas lojas que alugavam Yolan Cris, mas eles não tinham o modelo para experimentar. Resolvi montar um vestido, comprei um top de renda guipir e fiz uma saia. Depois, achei na internet uma moça tentando vender o vestido que eu queria inicialmente. Fui experimentar e soube que era o escolhido! Na festa acabei usando os dois: na cerimônia e início da festa, usei o Yolan Cris, e depois de jogar o bouquet, troquei pelo que montei sozinha.” Falando em bouquet, ele tinha uma composição com orquídeas, astromélias e lírios brancos, e Fernanda usou o cabelo solto com uma guirlanda de flores. “Queria que maquiagem, acessórios e cabelo fossem leves, para dar destaque ao vestido.”

Para a decoração, a noiva queria algo colorido e despojado. “Sempre pensei em itens rústicos, muita madeira e muito verde. Como a festa foi na praia, queria que a decoração desse destaque ao mar.” Arranjos com laranja, roxo e verde complementaram o mobiliário de madeira. Os sousplats de tramas naturais da Vintage And Cool ficaram em total harmonia com o clima despojado.

Uma sacada que a noiva considera bacana foi presentear os convidados com chapéus Panamá durante a festa. “Acredito que distribuí-los deu um ar de descontração para a festa.”

Para Fernanda, o grande destaque foi o Buffet Amaô: os noivos queriam uma festa dinâmica, com interação entre os 200 convidados. “Mantivemos o esquema com mesa posta e garçom apenas para a família e os convidados mais tradicionais“, relata Fernanda. Foram dispostas ilhas gastronômicas com diferentes pratos do menu e apenas algumas mesas tinham lugares marcados, as demais eram rotativas. Uma churrasqueira de cinco metros com infiernillo (tipo de forno que tem brasas em cima e embaixo do alimento) ficou responsável pelo preparo de parrilla argentina, peixes com crosta de sal e palmito pupunha. 

Uma choppeira em modelo self-service e itens interativos como uma grelha de chama controlada que dava aos presentes a liberdade de assar seus próprios espetinhos de camarão e queijo da serra da canastra fizeram toda a diferença! O ceviche, feito na hora, também fez sucesso! No lanchinho da madrugada, mataram a fome hambúrgueres, milk-shakes e batata-frita. Outro detalhe que o chef Emerson Donadon, do Buffet Amaôpreparou foi uma seleção de três chopps artesanais.

. . . . . . . . . .

Já segue a gente no InstagramPinterest e Facebook?

Veja mais: Casamento na Fazenda Santa Bárbara: Nathan Wang + Richard Hibbert

Ficha Técnica

Fornecedores do Guia de Fornecedores CZ

Sousplats: Vintage and Cool

DEMAIS FORNECEDORES: Fotos: Gabriel Valim | Assessoria: Otmize Eventos | Espaço: Luai Cabanas | Decoração: Âme Estilo & Decoração |  Buffet: Buffet Amaô | Vestido: Yolan Cris | Cabelo da noiva: Studio Camafeu | Maquiagem da noiva: Larissa Grigoleto