Babies & Kids Casa & Decor 15 anos
de 29/09 a 01/10 de 2017 Casa Petra São Paulo

Tags

Posts encontrados com a tag entrevista

Navegue como ou

Bate-papo sobre peças e louças de casamento com a Casa das Festas

Não é à toa que a Casa das Festas já está no mercado de casamentos há mais de 70 anos! Com um enorme acervo de peças e louças, a empresa atende todos os estilos e tamanhos de casamento e está sempre de olho nas tendências e novidades. Além de dicas práticas, Paulo Thomé e Daniela Dias fizeram questão de deixar claro que as noivas podem (e devem!) escolher exatamente o que querem para o grande dia! - Como tudo começou? Paulo: A minha família é descendente de árabes, e meu pai e um tio meu sempre trabalharam com buffet para festas. Eles atendiam a comunidade síria e faziam um serviço bem certinho. Naquela época, eles sentiam muitas dificuldades de montar o próprio acervo para realizar os eventos. E foi a partir daí que o negócio foi evoluindo para, em 1943, surgir a Casa das Festas. Convivemos coma atividade de buffet até os anos 1970, mas, depois, mantivemos o foco no aluguel de material para eventos. De fato, foi uma aventura no início. Em uma época em que todo mundo tinha sua prataria e louça, você criar uma empresa de aluguel de peças e propor que as pessoas comam em pratos e talheres alugados? Que coisa esquisita! Mas deu certo e, cada vez mais, estamos aprimorando a nossa atividade. Hoje em dia, a Casa das Festas não é mais um negócio familiar. Toco a empresa com nossa equipe e a Daniela, que é meu braço direito e me ajuda na parte comercial, na introdução de produtos novos e na divulgação na mídia e redes sociais. Mas mantivemos a...
Leia mais

Bate-papo sobre iluminação e som de casamento com a Truly Som e Luz

A iluminação do casamento é capaz de transformar o espaço, além de valorizar o projeto de decoração. Já o som mantém o ambiente agradável aos convidados e é um dos segredos para uma pista de dança animada e confortável. É por isso que Caio Marcondes e Daniel Brandão, da Truly Som e Luz, fazem questão de ressaltar o quanto é importante os noivos se envolverem também com essa parte do casamento! No nosso bate-papo, eles "traduzem" alguns termos técnicos e dão dicas para que os casais evitarem erros comuns. - Como tudo começou? Somos amigos de infância, e sempre tivemos ideias e criações juntos, que, com o passar do tempo, foram tomando proporções maiores. Morei em Londres por quatro anos e, quando voltei, o Caio estava trabalhando em uma agência de publicidade na parte de planejamento estratégico. Unimos nossos conhecimentos e contatos para criar a Truly. - Como vocês entraram para o mercado de casamentos? O foco inicial da empresa já era o mercado de casamentos. A sede da empresa sempre foi em São Paulo, mas, como fomos praticamente criados em Ilhabela, utilizamos nosso conhecimento e facilidades locais para explorar o mercado de casamentos que estava tomando uma enorme proporção no litoral. Identificamos uma demanda de serviços de som e iluminação que não estava sendo suprida a nível dos eventos que ali estavam sendo realizados. Com essa ascensão, grandes profissionais da capital começaram a prestar serviços por lá e tivemos a oportunidade de mostrar nosso trabalho. Com isso, muitas portas se abriram também no mercado da capital e, rapidamente, estávamos com uma agenda bem preenchida entre interior, capital e litoral. - Quais serviços...
Leia mais

Bate-papo sobre flores de casamento com Lucia Milan

Com quase 20 anos de carreira, a florista Lucia Milan é uma das pessoas mais chiques que a gente conhece. Toda vez que a encontramos temos uma aula de bom gosto e cultura! Antenada e sempre de malas prontas, ela não para e traz de diferentes lugares do mundo ensinamentos e técnicas para seus projetos florais, sempre respeitando a natureza e a sustentabilidade – sua filosofia de vida e trabalho. Para saber mais sobre o seu modo de trabalho e pegar boas dicas para as noivas, batemos um longo papo com ela. Vem ver: - Como tudo começou? Comecei ao lado da minha mãe Aparecida Helena, que é uma grande florista, há uns 20 anos. Abrimos um atelier floral que atendia ao público final e eventos. Há mais ou menos oito anos, decidi seguir carreira solo. Foi aí que nasceu a Lucia Milan Flores. - E o que mudou com sua carreira solo? Houve uma grande mudança minha enquanto artista e empreendedora. Deixei de lado o volume para focar em clientes que tinham algo a ver com minha filosofia de vida e trabalho, que é mais orgânica, sustentável. Passei a não querer apenas vender flores, mas sim criar memórias nos casais. Quero que eles olhem uma flor e lembrem de cada momento aqui no atelier, do casamento, que criem uma intimidade com as flores (caso ainda não tenham). Hoje posso dizer que encontrei meu caminho. A maioria dos noivos que me contratam chegam até mim por conta desta forma de trabalhar, deste cuidado e respeito com a natureza. - Como este estilo orgânico...
Leia mais

Bate-papo sobre vídeo de casamento com Guilherme Coelho

Descobrimos o trabalho de Guilherme Coelho com o casamento de Greisse Panazzolo. Na época, o vídeo nos chamou a atenção por ter uma linguagem super diferente, que nos lembrou os clipes de música americanos. Desde então, acompanhamos de perto o trabalho dele, que, com o casamento de Gabriela Pugliesi, ganhou ainda mais destaque! À frente da Rabbit Films, Guilherme prioriza sempre o que é espontâneo e natural. E, com imagens lindas e edição impecável, o resultado não poderia ser outro: filmes deliciosos de assistir, que misturam o moderno com o romântico! Fizemos uma entrevista super legal com o film maker, que deu ótimas dicas sobre vídeos de casamento! - Como tudo começou? Comecei no ramo de eventos como bartender, em 2008. Depois, me tornei auxiliar de fotógrafo e também comecei a fazer mini-filmes de festas pelo Brasil. Esses filmes acabaram tomando todo meu tempo e, por isso, larguei a fotografia e me dediquei aos vídeos. Em seguida, um amigo me sugeriu deixar as festas e entrar no mercado de casamentos. Fui um caminho sem volta!rs - E como você se consolidou no mercado de casamentos? Foi por indicação mesmo. Algumas pessoas da área gostaram muito da minha visão e investiram nela. Para ter uma ideia, com meu primeiro filme, fechei quase 30 contratos, sem nem ter site! - O que inspirou você a fazer vídeos de casamento? Sempre gostei muito de toda a produção dos filmes. Mas o que realmente me motivou é que, como nunca fui um apaixonado por casamentos, comecei a fazer filmes com ideias que eu gostava, fugindo um pouco do padrão, e muita gente se identificou com isso! Hoje, meus vídeos são conhecidos exatamente por...
Leia mais

Bate-papo sobre decoração de casamento com Patricia Vaks

Para Patricia Vaks, qualidade é sempre mais importante do que quantidade. Mas, se existe algo que, para ela, nunca é demais é a criatividade. A decoradora entrou para o mercado de festas por acaso, quando decidiu assinar o projeto do próprio casamento. E hoje, 10 anos depois, é reconhecida pelas decorações originais, que sempre contam com elementos inovadores! Cheia de ideias para surpreender os convidados, Patricia fala sobre inspirações, luxo em casamento, detalhes que fazem a diferença e dá dicas imperdíveis para as noivas. - Como tudo começou? Comecei com a produção do meu próprio casamento. Quando comecei a pesquisar decoradores que estivessem dentro do meu budget, percebi que nenhum se encaixava no que eu queria. Eu olhava muitas revistas, tinha muitas referências e acabei me apaixonando por um casamento do Vic Meirelles. A partir daí, criei a planta baixa, elaborei os arranjos de flores, pensei na iluminação e apresentei tudo isso para o Roberto Cohen, que foi meu cerimonialista. Ele olhou para o projeto e disse "muito legal, mas você vai deixar o decorador mudar?". Eu disse que não e ele me aconselhou a fazer a minha própria decoração. Como eu sou designer e, na época, trabalhava em uma agência de publicidade, fiz a identidade visual da festa e também o convite. E foi assim que decidi encarar esse desafio. Foi o Cohen quem me indicou todos os profissionais, com quem marquei reuniões e expliquei a situação. Eles não entenderam nada a princípio - uma noiva passando as informações da decoração? Rs... Mas deu tudo certo! A equipe do Cohen fez toda a montagem e eu fiquei só dando pitaco! Depois disso, me encantei pelo...
Leia mais

Bate-papo sobre buffet de casamentos com Arroz de Festa

Comida de família, feita por família e para famílias. Estas são as bases do Buffet Arroz de Festa, que em 2017 completa 20 anos de história e de sucessos em casamentos. História esta que começou com seu Horácio, em 1989, antes mesmo do buffet existir. Hoje a empresa cresceu, ele não trabalha mais sozinho e a direção passou para a mão do filho, o chef Alexandre Cymes. Foi com ele que conversamos e pegamos boas dicas para as noivas na hora de escolherem o buffet do casamento. Vem ver: - como tudo começou? Sou da segunda geração do Arroz de Festa. Meu pai foi quem criou tudo por aqui, minha irmã (Adriana Cymes) já trabalhou com a gente, mas hoje quem toca o negócio sou eu. A história na verdade começou antes mesmo do nome surgir. Meu pai tinha um restaurante em Campos do Jordão, mas foi no retorno a São Paulo, em 1991, que o buffet começou a se desenhar. Por conhecer muita gente, ele começou a fazer pequenos eventos, reuniões e festas de Natal na casa desses amigos. Como sempre estava nas datas mais importantes, as famílias começaram a chamá-lo para fazer os noivados, chás e casamentos. Em 1996,er ele fundou o Arroz de Festa como uma empresa estruturada e com equipe para grandes eventos. - O que você vê de mudanças nestes 20 anos? Há 20 anos existiam poucas pessoas inovando e dois ou três bons fornecedores de cada segmento. Foi a partir de 2000 que começaram a surgir muitas empresas. O formato dos casamentos mudou bastante. Naquela...
Leia mais

Bate-papo sobre bolos e bem-casados com o Casal Garcia

Em 1990, o então executivo Carlos Garcia começou a confeitar as tortas finas que a esposa, Rosangela, fazia para vender. Aos poucos, o hobby se transformou em um negócio de família, começando a história da Casal Garcia. Atualmente, Carlos e Rosangela comandam a empresa ao lado dos três filhos, Tiago, Fernanda e Marcelo. A especialidade da casa são os bolos decorados e os bem-casados, que ganharam uma infinidade de sabores. Em bate-papo com o site, Marcelo Garcia contou um pouco mais sobre a história da Casal Garcia, além de novidades e tendências do mercado! - Como tudo começou? Começamos há 27 anos, em 1990, fazendo tortas finas. E em 2003, passamos a fazer bolos decorados. - Como é a responsabilidade de comandar uma empresa de família?  A responsabilidade é grande, pois temos que manter a tradição das receitas e o mesmo cuidado que nossos pais sempre tiveram com nossos clientes e parceiros. Não podemos perder nossa identidade, a que nos fez chegar até aqui! - Quais as funções de cada um na empresa? Somos todos sócios. Carlos é o confeiteiro-chefe, Rosângela é a diretora de produção e qualidade, Fernanda é a diretora comercial, Marcelo é diretor de marketing e Tiago é o diretor financeiro e de operações. - Quais são as tendências em bolos de casamento para 2017? As principais tendências são os semi naked cake com flores de açúcar e os bolos decorados com bastante flores e detalhes em bico.  - Qual o sabor de bolo mais pedido do Casal Garcia? Creme de ovos, nozes e damasco. - Qual o sabor de bem-casado mais pedido do Casal Garcia? Doce de leite com creme de ovos...
Leia mais

Bate-papo com Dani Lanna

Dani Lanna chegou a se formar em Direito, mas não resistiu ao mundo da moda, sua verdadeira paixão! E após trabalhar na área de criação da Sacada, decidiu investir na carreira de estilista de vestidos de noiva. Adepta do estilo clássico, Dani assina modelos que são uma releitura do romântico, com muita renda, bordados e aplicações. Em bate-papo com o site, a estilista contou como foi desenhar o próprio vestido de noiva (publicamos o casamento dela aqui!) e, claro, deu dicas para acertar na escolha do modelo ideal! - Como tudo começou? Eu sempre fui apaixonada pelo mundo da moda! Desde pequena, observava com admiração a minha avó materna, em sua salinha de costura! Após concluir o curso de Direito, resolvi me dedicar à moda, minha verdadeira paixão. E depois de alguns anos trabalhando na Sacada, vieram os primeiros pedidos das amigas. Elas queriam vestidos de festa feitos sob medida e diferentes do que havia no mercado. E assim começou... O sucesso dos vestidos de festa logo abriu as portas para os vestidos de noiva, que hoje são o carro-chefe do atelier e meu maior prazer! Nada mais gratificante do que o privilégio de participar destes momentos, ou melhor, destes sonhos! - Como você define o estilo da noiva Dani Lanna? A tradição do casamento sempre me encantou. Para mim, é um momento que se eterniza na vida do casal e, por isso, busco imprimir um estilo atemporal em meus vestidos. Minha noiva é clássica, feminina, romântica e elegante, sem abrir mão das tendências! - Quais são as suas principais inspirações? Meu olhar está sempre atento para observar os...
Leia mais

Bate-papo com Renata Bernardo

Renata Bernardo é formada em arquitetura, mas, no mercado de joias desde os 16 anos, se tornou especialista em noivas. Apesar de ter uma tendência ao clássico, ela cria acessórios todos os estilos, prezando tanto pelo design, quanto pelo conforto das peças. Em entrevista ao site, Renata deu ótimas dicas para que as noivas fiquem lindas no casamento e se sintam seguras com suas escolhas! - Como tudo começou? Eu segui os passos da minha mãe, que está no mercado de joias há 47 anos! Trabalhei na empresa em que ela era sócia desde os 16 anos até 2010, quando nos desligamos para abrir nossa própria empresa. Eu era responsável pelo departamento de criação. Como ainda era nova, pensei em ter outra opção e me formei em Arquitetura e Urbanismo, mas acabei me rendendo ao mundo da joalheria. Em 2012, foquei exclusivamente em noivas. - Como você define o estilo da noiva Renata Bernardo? Eu tenho uma natureza clássica, mas, como desenho pensando sempre em mulheres com estilos diferentes, ofereço coleções que agradam a diferentes personalidades e expectativas. Nossas clientes elogiam muito o design propriamente dito e respeitam a qualidade e o acabamento do nosso trabalho. Acho que o que mais escuto no atelier é "nossa, como a peça brilha!". Aprendi a ter essa visão durante minha fase de produção de alta joalheria. Isso ficou intrínseco ao meu trabalho e, hoje, na produção, somos extremamente criteriosos e detalhistas. Nada passa. Simetria, cravação, peso das peças, conforto... Tudo! Buscamos a excelência. Somos perfeccionistas. E as pessoas que buscam esse cuidado e carinho refletidos no desenho vêm até nós! - Quais são as...
Leia mais

Bate-papo sobre lembrancinhas de casamento com Cadô Presentes

Ricardo Braghetta começou a Cadô Presentes em 2006, e ao longo destes 11 anos já desenvolveu mais de 3 mil produtos personalizados para casamentos. Com opções que vão do kit toilette até bazuca de CO2 e balões de led, Ricardo não para. Para 2017, sua aposta são os itens e presentes que trazem experiências aos convidados dentro e fora da festa. Para saber as novidades da Cadô Presentes e pegar boas dicas sobre quantidades, antecedência para encomendar e como distribuir cada item durante a festa, batemos um papo com o empresário. Vem ver o que ele nos contou: - Como tudo começou? Sempre gostei muito de personalizar os presentes de amigos, namoradas e familiares. Trabalhava em agência de publicidade, mas em paralelo fazia algumas lembranças sob encomenda. Comecei apenas com quadros de madeira. O cliente me dizia o que gostava, eu estilizava à mão, recortava na madeira para ficar tridimensional e pintava a óleo. Conforme a demanda foi crescendo, surgiram pedidos de coisas diferentes e que nunca tinha feito. Fui desenvolvendo produto a produto. As quantidades e modelos foram aumentando até os dias de hoje, onde tenho mais de 500 itens no catálogo e 3000 produtos desenvolvidos. - E tem alguma coisa que você não faz? A gente faz de tudo, até carrinho de pipoca personalizado para a porta da igreja ou festa! A gente desenvolve uma média de dois a três produtos por dia. Conseguimos criar qualquer tipo de presente/lembrancinha. E fazemos desde a criação visual até a execução. Os mais legais entram para o catálogo. - Como entrou para o...
Leia mais