Babies & Kids Casa & Decor 15 anos
de 29/09 a 01/10 de 2017 Casa Petra São Paulo

Tags

Posts encontrados com a tag verde

Navegue como ou

Casamento no Jardim Leopoldina: Mariana Thomaz + Anderson Freitas Silva

Mariana Thomaz e Anderson Freitas Silva se conheceram na balada, e de uma maneira bem divertida. "Fui puxar a mão da minha amiga para ir ao bar comigo, e peguei a mão errada! No caso, a mão do homem da minha vida!! Namoramos por um ano e meio, mas terminamos, pois decidimos fazer intercâmbio - eu no Canadá e ele, na Austrália. Ficamos separados por sete meses. Mas, quando ele voltou ao Brasil, eu já havia chegado e fui buscá-lo no aeroporto. A partir desse dia, nunca mais nos separamos! Foram seis anos de namoro", conta Mariana. Desde os 15 anos, Mariana sonhava em se casar. E, como muitas noivas, fazia questão de dizer o "sim" na Igreja Nossa Senhora do Brasil. "Ligava toda semana para lá, perguntando se já havia aberto a agenda de 2017. E nem noiva eu era ainda, rs!", confessa. No entanto, não demorou para que Anderson fizesse o pedido de casamento. "Foi durante as nossas férias, em um cruzeiro. A princípio, o pedido iria acontecer em alguma parada do cruzeiro, mas ele não achou nenhum momento super romântico e 'nosso' para fazê-lo. Ele se decidiu, então, por um restaurante maravilhoso, na Flórida. Foi perfeito e muito a nossa cara!", relembra. Como Mariana "é louca por festas" e já trabalhou com eventos, os preparativos do casamento, que duraram quase um ano e meio, foram uma diversão! "Organizei a festa de 15 anos da minha irmã e a minha também. Já tinha certeza que iria trabalhar com alguns fornecedores, pois já conhecia o trabalho e gostava bastante. Então foi bem tranquilo!", conta. Mariana já havia ido a um casamento no...
Leia mais

Casamento no Rio de Janeiro: Maria Helena Pessôa de Queiroz + Bruno Campos

Maria Helena Pessôa de Queiroz e Bruno Campos se conheceram em 2005, mas demoraram oito anos para ficar juntos! "Em 2007, saímos uma vez. Acabou que eu estava sempre namorando e os anos foram passando... Em 2013, eu estava solteira e nos reencontramos em plena sexta-feira de Carnaval. Em poucos dias, já estávamos namorando e, em um mês, tínhamos planos de fazer o mestrado juntos nos Estados Unidos", relembra Maria Helena. Com nove meses de namoro, Bruno fez o pedido de casamento. "Ele já estava morando fora e veio ao Brasil durante o thanksgiving. À noite, na minha casa, ele, que é super estudioso, puxou um livro e disse que ia estudar. Fiquei perplexa e, sem saber o que dizer, ele veio com o livro, me abraçou e disse 'não fica assim, quando é que a gente vai casar, hein?'. Eu respondi 'não sei, né?'. Nisso, ele puxou de dentro do livro a caixa com o anel! Foi muito especial, pois ele sabia que, quando esse dia chegasse, eu queria que fosse sem plateia, só entre nós dois", conta. Maria Helena sempre quis casar de dia. "Primeiro porque acho alegre e a luz natural é linda. Mas também porque eu queria que a festa durasse bastante tempo. Então, nem pensei duas vezes: marquei a cerimônia religiosa para meio-dia", explica. Maria Helena já estava morando nos Estados Unidos durante os preparativos, que duraram um ano e quatro meses. E para ajudar na organização da festa, os noivos contaram com a assessoria de Roberto Cohen. "Sou super centralizadora e sempre soube muito bem o que queria. Mesmo a distância, não houve qualquer item do casamento que eu não tenha escolhido. Mas foi crucial ter...
Leia mais

Inspiração para madrinhas: Coleção Inverno 2017 da Martu

Quinta-feira é dia de inspirações para as madrinhas de casamento aqui no site! E para esta semana, preparamos um post com alguns lindos looks da Coleção Inverno 2017 da Martu. As criações da estilista Marta Macedo seguem a linha chic-despojada, com modelagens desconstruídas e assimetrias. Os tecidos, que vão de seda a organza, são leves e fluidos. Renda e transparência também estão entre as apostas da marca para esta temporada. O brilho aparece metalizado, em ricos bordados (uma das marcas registradas da Martu) ou em vestidos inteirinhos de paetês.  Para deixar mais pele à mostra, alças fininhas, decotes - nas costas, ombro a ombro, em V... -, fendas e recortes estratégicos. Na cartela de cores, para todos os gostos: da neutralidade do nude rosado, do azul marinho e do preto até o colorido de azuis, rosas e verdes....
Leia mais

Casamento na vinícola: Mayara Zanini + Fernando Escudero

Mayara Zanini e Fernando Escudero se conheceram no quarto ano da faculdade de direito. "Mas só nos aproximamos mais e nos tornamos amigos no quinto ano. Nosso romance começou no último dia dos Jogos  Jurídicos, em 2009", relembra Mayara. No ano seguinte, os dois começaram a namorar e, após um tempo separados, engataram o relacionamento de vez em 2011. "Em agosto de 2015, aconteceu o pedido de casamento, durante um passeio de lancha em Jurumirim, em pleno por do sol! Essa viagem quase não aconteceu, porque eu queria muito ter ficado em casa. Mas ele insistiu tanto, que acabei cedendo! Foi super inesperado!", conta. Nos últimos quatro anos, viajar para o Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul, se tornou uma tradição para Mayara e Fernando. "Gostamos de aproveitar o tempo frio, beber vinhos e comer bem. A região é lindíssima e sempre comentávamos que nos casaríamos lá". Os noivos até pesquisaram lugares em São Paulo, mas a ideia de um casamento na vinícola foi mais forte! "Fomos em várias vinícolas da região e, assim que conhecemos a de Luiz Argenta, próxima a Caxias do Sul, foi amor à primeira vista. Eu me arrepiei e não tive dúvidas de que deveria me casar lá!", explica. Para 400 convidados, o casamento aconteceu no mês de novembro. "Escolhemos essa data, pois seria uma época com menos probabilidade de chuva e clima mais agradável. Além disso, os parreirais já estariam mais carregados de uvas!", explica a noiva. A cerimônia aconteceu ao ar livre, com os parreirais e as araucárias de fundo. Já a festa foi realizada no casarão antigo da vinícola, que conta com uma infraestrutura completa. Em sintonia com o clima do casamento, a decoração seguiu o estilo rústico-chic....
Leia mais

Casamento no Rio de Janeiro: Duda + Francisco

Duda Alvim e Francisco namoraram por seis anos até o casamento, e o pedido aconteceu durante uma viagem de fim de semana. Duda sempre quis um casamento de dia, para que pudesse aproveitar a luz natural e ter uma festa que durasse bastante. Então, esse foi o ponto de partida dos preparativos, que tiveram a assessoria de Carla Baroncini. "A equipe da Carla foi ótima e nos ajudou muito na organização dos pagamentos e na coordenação dos fornecedores", elogia Duda. No meio dos preparativos, surgiu um imprevisto: os noivos decidiram mudar o espaço onde aconteceria o casamento. "Foi um verdadeiro desafio. Acabamos planejando duas festas, porque muita coisa teve que ser alterada. Antes, tínhamos uma festa com clima de serra. Mas, quando mudamos para o Rio de Janeiro, mudamos também o estilo da festa, o convite, as flores, os móveis...", conta. Duda tinha algumas ideias para o vestido de noiva, mas, ao chegar no atelier de Wanda Borges, acabou mudando os planos. "Quando chegamos no atelier da Wanda, minha mãe encontrou uma saia deslumbrante pendurada entre os vestidos. Não tive dúvidas! Deixamos de lado toda a conversa sobre minha ideia inicial e começamos a desenvolver o vestido a partir daquela saia", relembra. Na hora de escolher o cabelo e a maquiagem para o grande dia, Duda não quis inovar. "Queria muito estar totalmente confortável no casamento, por isso, optei por um coque clássico. O véu foi sugestão da Wanda, e foi um acerto maravilhoso! Porque eu só sabia que queria algo simples, e ela conseguiu isso, mas com a bossa dos bordados nas extremidades". O convite ficou por conta da Just Bee Design, que apostou nas ilustrações botânicas (tendência para 2017, como falamos aqui): O look de Duda foi bem clean: uma blusa lisa (achei um charme ter um único botãozinho para fechar) + saia volumosa de tule em...
Leia mais

Desfiles NYFW - Fall 2017

O início do ano é sempre repleto de red carpets e semanas de moda. Ou seja, muitas inspirações para as madrinhas de casamento! Desta vez, fizemos uma seleção de looks do que vimos nas passarelas da temporada Fall 2017 da New York Fashion Week. Brilho, estampas e bordados florais, recortes estratégicos e estampas foram algumas das apostas das marcas. Olha só: BADGLEY MISCHKA Apesar de ter apresentado alguns looks minimalistas, a Badgley Mischka apostou bastante no brilho - em paetês e bordados. As flores também vieram com força, marcando presença em estampas e aplicações 3D. Entre os decotes, destaque para o ombro a ombro (que promete ser o hit da estação) e o um ombro só. MARCHESA A Marchesa levou suas marcas registradas, como tule e aplicações 3D, para a passarela, mas também investiu em novos elementos. O brilho apareceu em vários looks e estilos - dos bordados ao cetim, passando pelo veludo molhado. Outra aposta da marca foram os laços, que vieram grandes, pequenos, na cintura, no ombro e até no decote. NAEEM KHAN Naeem Khan abusou dos looks poderosos! Os minimalistas eram fluidos, esvoaçantes e com direito a capas. O brilho - metalizado, em paetês e franjas - também foi uma das apostas do estilista. Como sempre, as estampas marcantes ganharam destaque na coleção. E para complementar, franjas e penas. RALPH LAUREN O brilho apareceu com força em grande parte dos desfiles da NYFW. E Ralph Lauren não fugiu à regra, apostando no acabamento metalizado. Os vestidos fluidos ganharam fendas, decotes e capas. Na cartela de cores, tons vibrantes, como roxo e verde. Os recortes estratégicos também tiveram vez, deixando os looks super modernos. ZAC POSEN Zac Posen apostou tanto em estampas, quanto em modelos lisos. O decote ombro a ombro também teve vez na coleção do estilista, deixando os looks românticos e delicados. Em contraponto, vestidos mais estruturados, de pegada contemporânea, com pregas e "dobraduras". (Fotos:...
Leia mais

Decoração de casamento ao ar livre no Txai

Os noivos deste casamento, que aconteceu ao ar livre no Txai Resort Itacaré, queriam que a festa na praia tivesse um toque urbano. Por isso, a Cenográphia evitou o rústico e as flores tropicais, mas manteve a "cara de casa", que é sua marca registrada. O altar foi montado à beira-mar e decorado com um arco de folhagens, que também compuseram a nave. Como o conforto dos convidados era a prioridade dos noivos, a Cenográphia construiu um deck de madeira, para que pudessem chegar ao espaço da cerimônia sem pisar na areia. Para aliviar o calor, os convidados receberam charmosos leques, feitos de folhas naturais. Tons como roxo, rosa, terracota e verde compuseram a paleta de cores da festa. Para evitar o excesso de rusticidade, a Cenográphia apostou em castiçais em ferro e vidro e sousplats laqueados. Os lounges foram os responsáveis pelo clima de festa em casa. À noite, velas suspensas e luzinhas deixaram a decoração ainda mais charmosa! A mesa de doces era redonda e os docinhos foram dispostos em volta de folhagens plantadas. As velas complementaram a decoração, deixando o ambiente mais aconchegante. Fotos: Luciana Cattani | Assessoria: Vivi Farah | Espaço e buffet: Txai Resort Itacaré | Decoração e flores: Cenográphia | Móveis: Festah | Tapetes: By Kamy | Som: MB...
Leia mais

Casamento em São Paulo: Karina Flores + Fábio Oliveira

Fábio Oliveira entrou em contato com Karina Flores para que ela participasse da campanha de Natal da empresa da família dele. "No dia do trabalho, ele foi me buscar e seguimos em uma conversa super legal até o local das fotos. No final do dia, ele pegou meu telefone pessoal e, um tempo depois, saímos para jantar. Demoramos um tempo para ficar, pois era estranho o fato de eu ter trabalhado para ele. Mas, depois do primeiro beijo, não nos largamos mais. Até hoje agradeço pela insistência", brinca Karina. Os dois namoraram por dois anos e o pedido de casamento veio em uma data mais do que especial. "Meu pai faleceu em fevereiro de 2015 e eu estava muito triste. Até que, no dia que seria o aniversário dele, em setembro, o Fábio fez o pedido. Foi uma surpresa linda e ele realmente escolheu a melhor data, pois não seria mais um dia triste e, sim, um motivo para comemorar! Depois, ele me contou que, antes de falecer, meu pai pediu para que ele cuidasse de mim. Até parece que foi uma aprovação, porque ele sempre foi muito ciumento comigo", relembra a noiva. Para organizar o casamento, que teve um ano de preparativos, Karina contou com a ajuda da sogra, que já havia planejado as festas dos outros dois filhos. "Eu sempre ouvi falar da Casa Petra e minha sogra já tinha vontade de fazer algo lá. Foi amor à primeira vista! Adoramos o fato do espaço ter três andares, assim, poderíamos dividir a festa e fazer a cerimônia no local, para que ninguém precisasse se deslocar", explica....
Leia mais

Casamento em Ilhabela: Isabella Angeloni + André Diomelli

Isabella Angeloni e André Diomelli se conheceram em 2009, por meio de amigos em comum, e em janeiro do ano seguinte, já estavam namorando sério. "Ficamos juntos por pouco mais de seis anos até o casamento", explica Isabella. O pedido de casamento aconteceu em 2014, durante uma viagem a Jericoacoara. Mas os preparativos só começaram seis meses depois. "Marcamos a data cerca de um ano e meio antes e a partir daí começamos a organizar tudo. Mas, como sabíamos que tínhamos bastante tempo pela frente, acabamos deixando algumas coisas para o final. O resultado foi que, nos últimos seis meses, tivemos que resolver praticamente tudo!", confessa a noiva. Os dois têm uma ligação especial com Ilhabela, por isso, não houve dúvidas sobre onde seria o casamento. "Eu passei a minha infância na Ilha e, durante a maior parte da minha vida, morei lá. Os pais do André têm casa em Ilhabela e ele é velejador. Além disso, nosso primeiro beijo aconteceu lá e uma parte da nossa história como casal foi vivida no local", explica. Para a decoração do casamento, que teve assinatura da Mercador Eventos, a noiva imaginou um verdadeiro conceito. "Queria uma identidade forte e que o cenário do casamento fosse integrado à natureza, e vice-versa. Portanto, a escolha das cores, dos materiais, das plantas e dos móveis... Foi tudo pensado com base nas características fortes do local". Para combinar com o estilo e o local do casamento, Isabella imaginou um look natural. "Sou uma pessoa muito simples, por isso, é difícil me identificar com vestidos de noiva em geral. Até que a conheci a Trinitá, e me identifiquei muito! Vi um modelo na arara e pedi para provar. Era liso, reto, super simples, só...
Leia mais

Casamento em São Paulo: Paula Dias + Rafael Zarzur

Paula Dias e Rafael Zarzur se conheceram na balada e, quando estavam ficando há dois meses, descobriram que, coincidentemente, iriam passar o Ano-Novo no mesmo lugar. "Eu estava com as minhas amigas e ele, com os amigos dele. Na noite do Réveillon, nos encontramos e ele me pediu em namoro", conta Paula. Três anos depois, de novo na virada do ano, aconteceu o pedido de casamento. "Fizemos uma viagem para o sudeste asiático, onde passaríamos o Ano-Novo e comemoraríamos três anos de namoro e meu aniversário. Na noite do Réveillon, fomos jantar em um restaurante em uma praia linda da Tailândia. Após o jantar, ele se ajoelhou, tirou o anel do bolso e fez o pedido. Depois de tudo, ele me disse que ainda teria outra surpresa no meu aniversário, que é 4 de janeiro. Quando chegou o dia, ele me contou que a data do nosso casamento já estava marcada e que seria na Igreja Nossa Senhora do Brasil, onde eu sempre sonhei em casar", relembra. Os preparativos do casamento duraram um ano e meio e tiveram assessoria de Babi Leite. "Foi ótimo, porque consegui organizar tudo com calma e escolher todos os fornecedores que queria", explica Paula. Como é arquiteta e apaixonada por decoração de festa, a noiva fez questão de acompanhar de perto todos os detalhes do projeto do casamento. "Eu já conhecia o Maurício, da MBacellar, da faculdade e ele também havia feito o casamento de uma amiga, que ficou maravilhoso! Então, não tive dúvidas em fazer a decoração com ele". O projeto floral, com diversidade de cores e espécies, foi desenvolvido...
Leia mais