Apenas algumas considerações sobre envelopes.
.
.
Forro:
.
Precisa ter? Precisar não precisa, mas dá acabamento e, às vezes, charme ao convite. Se for uma questão de super controle de custos e você estiver pensando em cortar o forro do envelope (não sei se isto faz tanta diferença…), ok, também ninguém vai deixar de ir ao casamento por isso, né…
..
Liso
..
O forro liso pode ser no mesmo tom do envelope ou de alguma outra cor clarinha (mais charmosinho), normalmente coordenada com a cor da letra do convite. Na foto, o forro é cinza claro.
..

.

..
Listrado
.
Acho que esta largura das listras é a ideal. Aqui, também, a cor deve ser clarinha para ficar suave, porque o forro do envelope não pode chamar mais atenção que o convite em si.

....
Estampado
..

Cuidado com estampas. Elas carregam um “significado” e devem estar dentro do contexto. Além disso, a área que o forro ocupa não é tão grande, então o desenho deve ser proporcional a ela. ..
.
Um tipo de estampa que vejo com certa freqüência é a toile de jouy. Por ter, na maioria da vezes, motivo que ilustra cenas da vida campestres, a toile combina mais com convites de casamentos no “campo”. Abaixo, exemplos clássicos da toile de jouy, que podem ter sua cor alterada (bege fica lindo) e, sobretudo, suavizada para o forro do convite:


Já este modelo (da categoria “descontraído”), tem um floral moderninho no forro. Como o desenho é bem “vazado”, o amarelo, apesar de ser forte, não fica gritante.
..

.
..
Monogramas:
..
Eu adoro! Pode ser só em relevo ou pode ter cor. Seja como for, atenção às medidas do monograma para ficar proporcional ao tamanho da aba do envelope. E, claro, se tiver lacre de cera (que hoje em dia não é mais cera), não pode ter o monograma no papel…

. .

..
….
“Capinha” de papel vegetal:
.
Muitas meninas perguntaram se podem entregar o convite no plastiquinho que vem do calígrafo. Dada a quantidade de convites que eu recebo assim, acho que a resposta deve ser “sim”. O plastiquinho não me incomoda em nada e, se ele protege, para mim está bom. Mas quem não gostar, pode optar pela “capinha” ou segundo envelope de papel vegetal como alternativa. Assim, o convite fica protegido e charmoso:
..

Fotos: as cores dos papéis não correspondem necessariamente à realidade, devido ao amadorismo da fotógrafa.