Babies & Kids Casa & Decor 15 anos

Entrevistas

Navegue como ou

Bate-papo com Katia Criscuolo, da Congregabahia

Há 16 anos no mercado de festas, a Congregabahia se tornou referência em decoração de casamentos na praia, especialmente em Trancoso. E Katia Criscuolo é o nome por trás do conceito de "brasilidade sofisticada", que é a assinatura de todos os projetos realizados pela empresa. A rusticidade é ingrediente fundamental das decorações de Katia, que também aposta na tropicalidade e nunca abre mão da elegância! E depois de postar tantos casamentos lindos da Congregabahia aqui no site, conversamos com a decoradora sobre projetos personalizados na praia e também sobre seu estilo único. - Como tudo começou? A Congregabahia já trabalhava com cenografia e decoração de festas e eventos sociais. Aos poucos, a demanda de casamentos começou a crescer e, como já tínhamos muita experiência na área de festas, acabamos abraçando esse mercado também. Começou em Porto Seguro e em Arraial D'Ajuda, depois chegou em Trancoso, onde atuamos bastante, e agora fazemos em outros destinos da Bahia também. - Além da decoração, o que a Congregabahia oferece? É possível contratar os outros serviços à parte? Como temos uma identidade muito definida e fazemos questão de trabalhar com peças personalizadas e exclusivas, começamos a desenvolver nossos próprios produtos para compor as decorações. Então, além da área de projetos de decoração, temos uma marcenaria, uma fábrica de velas, o acervo (que conta com vasos, louças, toalhas, guardanapos, lustres, etc.), o departamento de áudio vídeo (que oferece sistemas de som, projeção, painel de LED, etc.) e a montadora (responsável pela montagem de tendas, cozinhas e banheiros). Mas um produto não está ligado a outro e é possível, sim, contratá-los à parte. - Você trabalha com o conceito de "brasilidade sofisticada"....
Leia mais

Bate-papo com o DJ Marcos Mamede

Uma festa animada, com a pista de dança bombando até o amanhecer, é o que a maioria dos noivos espera do casamento. E para que isso aconteça, a playlist tem papel fundamental! Mas montar um repertório redondo não é tarefa fácil. Quais músicas não podem faltar? Como manter os convidados animados durante a noite toda? Qual o perfil musical da festa? São tantas dúvidas! E para esclarecê-las, batemos um papo com o DJ Marcos Mamede, responsável pela playlist de muitos casamentos no Rio de Janeiro! - Como tudo começou? Comecei aos 14 anos, com o Márcio Torres, o principal DJ do Rio de Janeiro naquela época. Aprendi muito com ele, principalmente a ser criterioso na seleção do repertório e ter uma identidade musical. - Como você faz para traçar o perfil musical de um casamento? Procuro conversar com os noivos antes da festa e obter todas as informações necessárias sobre o gosto musical deles. Existe alguma música que não pode faltar? Qual é o estilo ou época preferida? Existe algum gênero proibido? Qual o perfil dos convidados? Haverá muitos jovens na festa? - Como fugir do mix padrão de repertório para casamentos sem deixar a festa desanimada? Existe uma diferença entre o DJ dos clubes e baladas e o DJ das festas de casamento. O primeiro não tem compromisso com um contratante e pode tocar o que quiser. As pessoas na balada estão pré-determinadas a escutar e dançar determinado tipo de música. Já no casamento, o DJ deve observar as gerações presentes na festa e se adaptar. Também precisa ser flexível e não ser preconceituoso. Eu deixo de tocar...
Leia mais

Bate-papo com a Vintage and Cool

Assim como cada detalhe da decoração, o sousplat faz toda a diferença no casamento. Afinal, embora seja um dos últimos itens a ser definido, é um dos primeiros a ser notado na mesa dos convidados. Especializada no assunto, a Vintage and Cool trabalha com sousplats em diferentes cores e materiais e também produz peças exclusivas e personalizadas. Em um bate-papo com o site, Raphael Nobre, sócio da marca, deu dicas para não errar na hora de escolher os sousplats para o casamento! - Como tudo começou? A Fernanda, minha sócia, já trabalha no mercado de eventos há 12 anos e sentiu que os sousplats disponíveis, de certa forma, não davam conta do recado. Então, decidimos entrar para o ramo, com a intenção de oferecer um produto diferenciado e personalizado, que agregasse valor ao casamento e à mesa posta. Iniciamos a produção em 2011 e, no ano seguinte, entramos para o mercado oficialmente. Começamos com os sousplats de laca em duas cores, depois três, quatro, cinco e a paleta foi aumentando. - Por que vocês decidiram se especializar em sousplats? Foi um processo natural. Existem muitos pequenos negócios especializados e essa era nossa intenção: oferecer o que há de mais novo e de melhor quando o assunto é sousplat. - E vocês têm a intenção de expandir a empresa e oferecer outros itens?  Por ora, não. Queremos nos especializar e ser cada vez mais uma referência em sousplats. - Qual o diferencial da Vintage and Cool? A qualidade das peças e nosso atendimento. Ficamos disponíveis praticamente 24 horas por dia, sete dias por semana. Sempre deixo meus clientes bastante à vontade para ligar e fazer...
Leia mais

Bate-papo com Denise Magalhães, da Verde que te quero verde

De proprietária de uma pequena flora em Caxambu, interior de Minas Gerais, a uma das decoradoras de casamento mais conceituadas do Brasil. Esse é o resumo da trajetória de Denise Magalhães, da Verde que te quero verde. Denise é especialista em decoração floral e absolutamente tudo é fonte de inspiração para ela! Com o equilíbrio dos elementos como prioridade, a decoradora procura transformar o sonho dos noivos em realidade, sempre com seu jeito de enxergar o belo. Em um bate-papo com o site, Denise contou um pouco mais sobre sua carreira e também deu dicas para uma decoração de casamento inesquecível! - Como tudo começou? Há 36 anos, empreendi uma pequena flora em Caxambu, minha cidade natal. Depois, mudei para Belo Horizonte, onde uma jornalista muito influente da capital me convidou para cuidar das flores de um jantar na casa dela. No final de semana seguinte, ela publicou uma matéria de duas páginas sobre meus arranjos. Foi o maior empurrão que minha carreira recebeu! - Como você chegou ao universo de casamentos? Imediatamente depois da publicação da matéria, as coisas começaram a acontecer automaticamente. Não foi uma coisa programada. Na época, se decorava muito mais as igrejas do que as festas. Então, foi assim que comecei. Depois, surgiu a demanda de decorar a casa da família para receber os convidados e, então, para decorar os salões de festas. - Para você, o que é luxo em decoração de casamento? O equilíbrio entre a decoração, a iluminação, as cores e os elementos de cena. Mas, para mim, luxo mesmo é você fazer exatamente aquilo...
Leia mais

Bate-papo com Marisa Clermann

Marisa Clermann sempre foi apaixonada por joias. Mas nunca imaginou que, um dia, se tornaria especialista  em peças feitas em ouro e pedras preciosas. Versátil, a joalheira atende tanto noivas clássicas, quanto modernas, que vêm a seu atelier em busca de tendências. Em entrevista ao site, Marisa contou como chegou ao universo das joias e deu dicas valiosas para as noivas não errarem na hora de escolher os acessórios para o casamento! - Como tudo começou? Sou economista por formação e joalheira por paixão. Eu era casada e, quando me separei, comecei a pensar no que iria fazer da vida. Comecei a ir para a Itália e fazer cursos de gemologia, mas porque eu gostava do assunto e não por ter pretensão de me tornar designer de joias. Comecei bem devagarzinho e as pessoas foram gostando da exclusividade. Meu pai me apoiou muito e disse que, se era para fazermos isso, tínhamos que investir. Então eu montei uma oficina e fiz muitos cursos para me profissionalizar. Até então, eu tinha um estilo mais artesanal. - Como você chegou ao universo de casamentos? As filhas das minhas clientes começaram a casar e surgiu a demanda para uma linha especial para noivas. Mas hoje temos de tudo: linha infantil, 15 anos, noivas, mães de noiva, dia a dia e até peças masculinas. Os estilos também variam e vão do clássico ao moderno! E conforme a demanda vai surgindo, vamos nos adaptando! - Quais são as tendências em joias para noivas para 2016/2017? Sempre pérolas e diamantes, que são clássicos e atemporais! É...
Leia mais

Bate-papo com a Arroz de Festa Personaliza

A Arroz de Festa Personaliza surgiu por acaso, quando Mariana May decidiu ajudar uma amiga a produzir itens personalizados para o casamento. Os produtos fizeram tanto sucesso que logo Mariana teve demanda o suficiente para abrir a empresa, com a mãe, Denise, como sócia! Há 7 anos no mercado, a Arroz de Festa Personaliza tem como missão transmitir a ideia de que cada convidado é único. A empresa oferece desde rasteirinhas e caixas até Kit Toilette e porta-guardanapos, tudo de acordo com as preferências dos noivos! Em um bate-papo com o site, Mariana falou sobre os best-sellers e novidades da Arroz de Festa Personaliza e também deu dicas infalíveis para escolher os brindes e lembrancinhas do grande dia! - Como tudo começou? Minha amiga da faculdade ia se casar e não achava aqui em Curitiba empresas que desenvolvessem itens personalizados para o casamento. Como eu sabia usar o CorelDraw, comecei a ajudá-la. Fizemos chinelos, águas, sacolinhas... O promoter do casamento adorou e quis para outros casamentos que ele estava produzindo. Conversei com minha mãe e assim criamos a Arroz de Festa Personaliza, há 7 anos no mercado de festas. - O que é essencial e não pode faltar no Kit Toilette? Kit costura e desodorante. - E qual seria o Kit Toilette perfeito, com tudo a que se tem direito? O meu Kit Toilette dos sonhos teria até maquiagem, rs! Mas acho que perfeito seria se os convidados pegassem o que realmente precisassem, o que raramente acontece. - Qual o cálculo de rasteirinha por convidada? Sempre sugerimos que as noivas encomendem rasteirinhas para metade do número de convidados. Por exemplo, se são 100 pessoas,...
Leia mais

Bate-papo com a Look at the Bride!

A Look at the Bride! é endereço certo para as noivas cariocas que procuram acessórios de design, além de originais e contemporâneos! Para comemorar os recém-completos 2 anos da empresa, as sócias Patrícia Oliveira e Carla Bellino passaram a oferecer também a curadoria de vestidos de noiva assinados pelos estilistas Lucas Anderi, Danielle Benício e Dani Vidiz. Em entrevista ao site, Patrícia e Carla contaram mais sobre a trajetória da Look at the Bride! e também falaram sobre tendências em acessórios para noivas! - Como tudo começou? Através de uma grande amizade! Nós estávamos em um mesmo momento de vida, analisando possibilidades para empreender (um sonho de ambas). Sabendo disso, nossa querida Lorena (irmã da Carla e grande amiga da Patrícia) falou: "meninas, acho que vocês duas deveriam conversar!". Seguimos a sugestão dela. Nós mapeamos as oportunidades neste setor, definimos o nosso plano de negócios e começamos a "viajar" na nossa imaginação e, literalmente, para os principais polos de referência do setor. Alguns meses depois, a Look at the Bride! nasceu! - Quais são as tendências em acessórios para 2016/2017? Peças cada vez mais leves, privilegiando o conforto, materiais diferenciados (acessórios aramados, metalizados, com flores de cerâmica...), uma linguagem/design com originalidade para uma mulher contemporânea, afinal... "Tradicional não quer dizer igual". - Quais são os melhores acessórios para cada tipo de cabelo?  Os cabelos curtos são mais valorizados com headbands delicadas. Já para os longos e médios, a escolha do acessório depende muito do penteado escolhido e do estilo da noiva. Já os diversos tipos de cabelos se transformam de acordo com o estilo de penteado desejado. Atualmente, existe uma variedade de acessórios tão diversa (como coroas, tiaras, heabands, vines, pentes, pins, flores...), que as noivas se surpreendem com as possibilidades. O mais importante é saber...
Leia mais

Bate-papo com Lais Aguiar

Lais Aguiar é neta de Rubens, da tradicional Rubens Decorações, e nasceu em meio ao universo de casamentos. Como sempre se interessou pela cenografia de festas, ela cresceu com a ideia fixa de trabalhar na área. Atualmente, formada em arquitetura, Lais assina decorações aconchegantes e românticas, com muitas cores e detalhes! E, além de talentosa, é super querida, tanto que as noivas acabam se tornando suas amigas pessoais depois do casamento! Em um bate-papo com o site, a decoradora falou mais sobre seu estilo e suas inspirações! - Como tudo começou? Sou neta do Rubens, da Rubens Decorações, e desde pequena meu pai me levava em grandes festas. Tenho memórias de mim com 9, 10 anos ajudando meu avô e sempre gostei demais! Além do trabalho com decoração de festas, ele também tem uma fazenda, onde planta flores e onde eu sempre ia para aprender um pouco mais sobre o assunto. Ou seja, cresci sabendo que queria trabalhar nessa área. Como sempre me interessei por arquitetura, que está muito interligada à decoração, à cenografia e à noção de espaço, este foi o curso que escolhi para a faculdade. - Para você, o que é luxo em decoração de casamento? Pensar nos mínimos detalhes e realizar uma festa super sofisticada, mas que não seja exagerada.   - O que se destaca no seu estilo de decoração? Não tenho um estilo determinado. Gosto de elementos clássicos e outros modernos, e também da mistura deles. Meus layouts são aconchegantes, descontraídos e cheios de detalhes, além de terem um toque romântico. Faço questão de que o resultado não seja ostensivo e que...
Leia mais

Bate-papo com a She Said Jazz

A Jazz Side sempre foi uma agência especializada em eventos personalizados e "fora da caixa". Quando os clientes começaram a procurá-la para a organização de casamentos, os sócios Mayra Miranda, Pedro Opice e Guilherme Gomes decidiram criar a She Said Jazz e convidaram a assessora de eventos Helena Freitas para comandar a nova empreitada. Totalmente voltada para o universo de casamentos, a She Said Jazz realiza desde o pedido até a festa, sempre com foco em ideias surpreendentes e criativas. Em um bate-papo com o site, Helena contou um pouco mais sobre a missão da She Said Jazz e os pedidos inusitados que já atenderam! - Como tudo começou?  Depois de terminar a faculdade de Desenho Industrial e passar uma temporada na Itália, comecei a busca pelo que eu realmente gostaria de fazer. Passei por ONGs, lojas e finalmente entrei no universo de casamentos. Trabalhei por 3 anos em uma assessoria que foi minha grande escola e aprendi muito. Ali me desenvolvi e decidi abraçar novos desafios. - Como vocês chegaram ao universo de casamentos? A Jazz Side é uma agência que, desde seu nascimento, foi especialista em realizar sonhos e promover experiências personalizadas e criativas. Ao longo dos anos, os sócios da agência – Mayra Miranda, Pedro Opice e Guilherme Gomes – sentiram uma demanda dos clientes, que eram fãs do serviço prestado pela agência, para realizar a assessoria de casamentos. Coincidentemente, na mesma época, tinha saído da antiga assessoria que trabalhava, para alçar um vôo solo. Eles acabaram me convidando para gerir o novo "braço" da Jazz, que carinhosamente batizamos de She Said Jazz....
Leia mais

Bate-papo com a Piece of Cake

A Piece of Cake surgiu quando Julie Orberg Piovezanni e Carola Gouvêa decidiram abandonar as áreas de marketing e mercado financeiro para se dedicar à paixão pela confeitaria! Tudo começou de maneira despretensiosa, em cozinhas improvisadas na casa de seus avós. E, com a missão de aliar a criatividade ao sabor, não demorou para que Julie e Carola começassem a receber muitas encomendas. Quando perceberam, a Piece of Cake já era expert em criar bolos e doces para casamentos! Em um bate-papo com o blog, Julie contou um pouco mais sobre a história do atelier e também deu dicas para as noivas na hora de escolher as delícias para o grande dia! - Como tudo começou? Em 2002, eu tinha acabado a faculdade de Marketing e comecei a fazer cursos de bolo. Passei a trabalhar com doces e, automaticamente, comecei a ter encomendas. Depois de um ano, conheci a Carola, que tinha saído da área de mercado financeiro, e estava estudando gastronomia. No começo, trabalhávamos na casa dos nossos avós e ficamos assim por alguns anos. Em 2010, mudamos para esse atelier na Vila Madalena. - Você sempre se interessou por confeitaria? Sempre amei bolos decorados. Sempre os achei muito bonitos e não eram muitos comuns aqui no Brasil. Era uma paixão mesmo! Depois que começamos a fazer os bolos e doces decorados, o mercado cresceu muito, mas conseguimos fazer o nosso nome rápido. - Como vocês começaram a trabalhar com casamentos?  Começamos com eventos normais e os casamentos apareceram naturalmente. Hoje em dia fazemos muitos! E gostamos bastante de trabalhar com isso, pois é um momento especial e em que conseguimos fazer mais bolos lindos e cheios de...
Leia mais