Babies & Kids Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

Dúvidas sobre vídeo de casamento

No ano passado, fizemos uma matéria com dicas sobre fotografia de casamento e queríamos fazer algo parecido sobre vídeos de casamento.  Conversando com videomakers renomados e novos talentos de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, percebemos que o assunto era bem mais complexo do que imaginávamos!

Por isso, ao invés de dicas, decidimos reunir todas as informações das longas conversas sobre novas tecnologias, estilos de edição, trilha, tendências e sobre a importância do vídeo para um registro completo do casamento. Assim, esperamos esclarecer algumas das dúvidas mais freqüentes!

O post é longo, nós sabemos!, mas é importante entender esses pontos… afinal, o vídeo também é uma recordação para sempre do grande dia!

1) DIFERENÇAS TECNOLÓGICAS DE CÂMERAS 

Hoje em dia, a câmera mais usada para a captação de imagens é a DSLR, por ser mais versátil, prática, compacta e dar uma qualidade de cinema às imagens. Mas vale a pena conhecer um pouco mais sobre essa e outras tecnologias e como elas influenciam no resultado final do vídeo.

Vídeo: Vinicius Credidio (mais detalhes aqui)

Cristiano Ferrari: As câmeras DSLR, que fotografam e filmam em Full HD, permitiram adequadar o vídeo para a linguagem da fotografia de cinema. Mas é importante ressaltar que esse tipo de câmera tem uma limitação, ela só grava de 20 em 20 minutos e, por isso, muitas imagens podem se perder durante esse tempo. Para não ter problemas, os videomakers costumam andar com mais de um cartão de memória. Como sou muito precavido, eu sempre levo comigo uma câmera XDCAM Full HD. Acabou usando a DSLR de forma mais artística, enquanto que com a XDCAM eu garanto o registro completo da cerimônia, o “bruto”, digamos assim.

V Rebel: Com a DSLR, é possível filmar de forma discreta, fazendo uso de pouca luz. Mas não adianta ter só a câmera, investir em lentes é fundamental. Na cerimônia, usamos uma teleobjetiva, que tem zoom. Ficamos “camuflados” atrás do padre e em outros lugares estratégicos, salvo alguns raros momentos em que realmente precisamos estar na nave. Não tem nada pior do que ver gente reclamando que não conseguiu ver a noiva entrar! O áudio também é super importante. Nós microfonamos o padre, o noivo, a mesa da igreja….menos a noiva, por uma questão estética.

Vinicius Credidio: Uso equipamentos de alta definição em formato HDV e Full HD. Mas quando se fala em alta definição, é importante tomar cuidado. Essa imagem de cinema e televisão, que também está sendo usada nos filmes de casamento, evidencia marcas de expressão (coisa que nenhuma noiva quer!). Para driblar esse “problema”, faço uso de lentes que suavizam as marcas de expressão. E para garantir a melhor captação de imagem possível, ainda utilizo mini grua, travelling e stedicam.

Vicente Piserni: As Câmeras DSLR (CANON) são ótimas para gravar. Além disso, elas dão um aspecto de filme, ótimas para eventos. Ofereço a câmera de vídeo e câmera de foto, explicando as especificidades de cada uma, ressaltando que elas trabalham em full HD. A tendência da tecnologia é a utilização de lentes de câmera fotográfica em caixas de gravações (Sony, Canon e etc…).

Lux Produção: Trabalhamos com as câmeras FullHD, mas também temos opções de câmeras com sensor Super 35 com lentes intercambiáveis e até mesmo as câmeras de Ultra Defnição com resolução 4K, que têm uma definição de imagem muito mais alta, permitem aproveitar melhor a luz e escolher melhor o enquadramento. Essa tecnologia 4K já é comum nos EUA, usada nos filmes de cinema, mas ainda está chegando no Brasil. As mais novas TVs já estão sendo lançadas com 4K de resolução.

Goiabada com Queijo: Nós andamos na contramão da tecnologia das câmeras fotográficas. A Goiaba com Queijo mistura imagens captadas com câmera Super 8 (que dão uma sensação de nostalgia) e equipamento digital. É uma alternativa para os noivos que querem um filme com efeito diferente, meio vintage.

2) FORMATOS DE MÍDIA (BLU-RAY, DVD…) 

Ainda se usa DVD? Blu-ray é melhor que DVD? Que outros formatos existem? Os profissionais falam o que está in e out nessa categoria:

Vídeo: Vicente Piserni (veja mais detalhes desse casamento aqui)

Par Filmes: Oferecemos todos os formatos: DVD, Blu-Ray e até mesmo uma versão digital gravada em pen drive. Aliás, essa última modalidade tem sido muito requisitada pelos nossos noivos. De fato, gravar em DVD reduz a qualidade do produto, pois, como filmamos em alta definição, o ideal para manter o padrão da imagem é o Blu Ray, mas como alguns clientes ainda possuem aparelhos apenas para DVD, mantemos a opção nos nossos pacotes. Como vivemos numa era em que a portabilidade nem é mais essencial, mas sim algo integrado ao nosso dia a dia, também disponibilizamos o curta-metragem (o vídeo mais curto para internet) para download já no formato para smartphones e tablets.

Lux Produção: Entregamos sempre o blu-ray. Com o 4k, acabamos trabalhando também com a entrega de arquivos na internet, pois ainda não há uma mídia que suporte essa tecnologia de forma plena. Quer dizer, dá para ver um vídeo gravado em 4k em um aparelho blu-ray, mas ele não ficará com a mesma ultra definição. O DVD ficará cada vez mais obsoleto.

Vicente Piserni: A tendência é armazenar arquivos em nuvem, assim, os noivos podem guardar e compartilhar os vídeos sem que eles estejam no computador, em qualquer lugar do mundo. Eu ainda entrego blu-ray e DVD, mas, no ano que vem, eu pretendo não entregar mais DVD.

3) ESTILO DE FILMAGEM E EDIÇÃO 

Já faz algum tempo que os vídeos de casamento deixaram de ser cansativos e sem graça. Hoje, com a assimilação da linguagem de videojornalismo e cinema, a edição dos filmes ficou muito mais moderna, espontânea e envolvente. Os profissionais falam um pouco sobre seus estilos de filmagem e edição:

Vídeo: V Rebel

Vinicius Credidio: Fui um dos precursores do uso de técnicas voltadas para cinema e videojornalismo em casamentos. Imagine que há 15 anos atrás o vídeo era totalmente diferente, não tinha envolvimento! O que define o meu estilo é a captação da imagem inicial aliada a técnicas de edição que acompanham o ritmo das músicas. Cada filme é único porque é espontâneo, segue o ritmo da música e lembra o clima da festa.

V Rebel: Nós fazemos bastante cortes, apoiados na liguagem cinematográfica, para que o filme fique bem dinâmico e moderno. Agora estamos fazendo uso do recurso da câmera lenta, que dá um efeito lindo em alguns momentos do filme (jogada do bouquet, vestido rodando etc). Nosso objetivo é fazer um filme humanizado, que emocione o telespectador.

Par Filmes: Nossas influências são o cinema e a moda. E daí vem os nossos planos de câmera, nossa maneira de captar e editar, além da influência estética vintage que acreditamos funcionar perfeitamente para o casamento. Afinal, trata-se de memória desde sempre: é algo que fará parte das lembranças. Por isso, acreditamos que criar um clima antiguinho por meio da colorização e edição deixa tudo ainda mais romântico e nostálgico. E tudo deve ser leve, suave, com ares de sonho, pontuados por alternâncias de foco, câmeras lentas fluídas e iluminação natural.

4) TEMPO IDEAL DE UM VÍDEO DE CASAMENTO 

Esse quesito varia de profissional para profissional, mas todos têm em comum a busca pelo tempo suficiente para contar uma boa história sem que o vídeo se torne entediante.

Vídeo: Operti

Operti: O tempo que for necessário para representar a atmosfera do dia e desenvolver uma história com começo, meio e fim que seja fluida, vibrante e emocional. Normalmente, ficamos entre 04 e 10 minutos de duração para o vídeo de internet, mas, claro, isso tudo depende muito do casamento.

Vinicius Credidio: Meus vídeos de internet têm entre 5 e 6 minutos, no máximo 7 minutos e meio. Acredito ser esse o tempo ideal para dar a sensação de ter visto tudo o que aconteceu no casamento. Como edito o filme de acordo com o ritmo da música, ele acaba não ficando cansativo. Já o vídeo que entrego para os noivos tem, em média, 1 hora.

Cristiano Ferrari: 1 hora para o vídeo completo, intercalado com clipes. O vídeo de internet tem que ter, no máximo, 7 minutos. Esse último eu disponibilizo 2 dias depois.

Goiabada com Queijo: Nosso estilo é documental e linear. A fim de tentar passar a exata sensação do dia do casamento, acreditamos que 3 a 5 minutos é suficiente para o vídeo de internet. Para o vídeo principal, 30 minutos. Queremos que o telespectador tenha uma experiência plena, agradável e nada entediante.

5) A ESCOLHA DA TRILHA DO VÍDEO

Nós percebemos que, de tempos em tempos, há uma nova tendência em música para o vídeo de casamento. Por conta disso, as músicas acabam se repetindo. Os especialistas falam como essas músicas são escolhidas:

Vídeo: Par Filmes

Vicente Piserni: O vídeo de internet (short movie) tem o foco nos noivos e o filme completo é abrangente e depende da dinâmica do casal e da família. Eu costumo escolher a música do video de internet e o casal escolhe as músicas para a edição do filme completo.

Lux Produção: Os noivos escolhem as músicas, mas não podemos esquecer que em alguns momentos usamos as músicas que tocaram na cerimônia e na festa, pois de que adiantaria então você contratar uma orquestra na Igreja e um DJ ou banda para animar sua festa se isso não fosse perfeitamente registrado? Tem coisas que nem a memória e nem a fotografia podem garantir… a filmagem pode.

Vinicius Credidio: Como a edição do meu vídeo é totalmente baseada no ritmo da música, é fundamental fazer uma escolha que combine perfeitamente com o clima do casamento. Com a minha experiência e olhar profissional, eu faço uma lista com sugestões de músicas que considero ideias tanto para o vídeo de internet quanto para o vídeo da família. Os noivos também podem sugerir músicas, mas prefiro eu mesmo escolher, justamente por saber o que ficará melhor.

Operti: Cerca de 20/30 dias antes do casamento, fazemos um briefing com os noivos (via email ou presencial) e uma das perguntas é justamente que eles nos dêem referências de trilha sonora, bandas ou canções. Nós temos uma DJ que colabora conosco e é ela que se encarrega de fazer uma pesquisa que case tanto com o gosto dos noivos, quanto com o casamento em si, quanto com as necessidades da montagem. Música e imagem têm que ser um casamento perfeito, então essa é uma das partes mais sensíveis de toda a pós-produção e, não raro, demoramos semanas para bater o martelo. Nós fugimos de tendências e totalmente desaconselhamos a escolha de músicas muito em evidência, hits. Acontece sempre de nossos clientes terem um gosto musical muito parecido com o nosso (e isso faz parte da nossa contratação, claro), então todas as nossas trilhas tem uma pegada mais alternativa, indie. Mesmo que não possamos ainda ter uma trilha composta originalmente, como no cinema, procuramos fazer com que cada casal tenha uma música diferente e que ela seja imediatamente associada ao casamento deles. Por isso nunca repetimos nenhuma música.

Par Filmes: Tudo é decidido junto com os noivos. Normalmente eles dão mais importância para as músicas do casamento, porém, muitas vezes, eles querem usar outras que não “couberam” naquele dia por vários motivos, como o fato de terem várias músicas preferidas mas só poderem escolher uma para cada momento. Nesses casos, sempre pedimos um pequeno setlist do que  gostam e que tenha a ver com a história deles. A partir daí, analisamos e encaminhamos para o casal as nossas sugestões, quais se adequariam melhor às imagens e ao clima que querem no filme. Se eles estiverem de acordo, começamos a editar. Participamos do processo, mas a decisão final é sempre do casal.

6) SINTONIA COM O FOTÓGRAFO

Todos os profissionais concordam que a sintonia com o fotógrafo é fundamental! Afinal, ambos estão trabalhando em função dos noivos. Veja a opinião de alguns videomakers sobre o assunto.

Vídeo: Cristiano Ferrari

Goiabada com Queijo: Nós também temos o nosso braço de fotografia, mas nem sempre trabalhamos juntos. Mas acho importante o fotógrafo e o profissional de vídeo terem a mesma linha de trabalho, o mesmo estilo. É muito estranho ver um casamento com fotos super clássicas e um vídeo mais moderno.

Cristiano Ferrari: É importante ter um entrosamento. Como estou no mercado há bastante tempo, acontece muito de eu trabalhar com a mesma turma de fotógrafos já renomados, o que é ótimo. Nós nos conhecemos e admiramos o trabalho um do outro, é uma relação saudável e de ajuda mútua. O mais importante é que ambos tenham uma postura profissional e respeitem o espaço um do outro.

Operti: O vídeo tem uma reputação muito chata de ser o tipo de profissional que atrapalha foto e que não sabe trabalhar em equipe. Como temos 02 fotógrafos que viraram videomakers na equipe, acabar com essa rixa boba sempre foi uma preocupação nossa. Os cliente são os mesmos e quanto mais trabalhamos em sinergia (não são com eles mas com todos os fornecedores do dia), melhor o resultado. Queremos que nossos noivos tenham fotos maravilhosas, então procuramos fazer de tudo para colaborar com os fotógrafos, conversamos sobre posicionamento para a cerimônia, ajustamos nossos equipamentos para o tipo de luz que eles estão usando. Mais importante, procuramos conhecer o estilo do fotógrafo que estará trabalhando conosco no dia, o que ajuda bastante.

7) A IMPORTÂNCIA DO VÍDEO DE CASAMENTO

Muita gente ainda acha que as fotos são mais importantes que o vídeo de casamento. Mas há um consenso entre os profissionais de que a foto e o vídeo se complementam e formam um registro completo do grande dia. Abaixo, algumas considerações sobre o tema:

Vídeo: Lux Produção (veja mais detalhes desse casamento aqui) 

Lux Produção: Até 8 anos atrás, as pessoas tinham muito preconceito com o vídeo. Antes as câmeras incomodavam os convidados e a dinâmica da festa, agora já não incomodam mais. Ainda hoje ouço noivas dizerem: “eu fiz o filme porque todo mundo disse que era importante, mas me surpreendi. O vídeo ficou lindo, até melhor que as fotos!” O filme vai além do estático, ele revela o motivo da foto. Por exemplo, se a noiva está chorando na foto, o vídeo revela porque ela estava chorando.

Vicente Piserni: Apesar de serem registros diferentes, considero o vídeo um complemento da fotografia. O filme registra, mas com movimento. Lembra o filme Harry Potter I ? Tem um jornal que as fotos se movimentam. Acho que o vídeo é exatamente isso! É maravilhoso e imprescindível.

Cristiano Ferrari: O vídeo tem uma característica fundamental que a foto não tem: o som. Só a partir dele você consegue sentir exatamente o que aconteceu no dia do casamento.

Par Filmes: Infelizmente, ainda existe aquele estigma de que vídeo de casamento é massante e cafona, quando na verdade, o registro pode ser lúdico, poético e muito emocionante, por estimular diversos sentidos ao mesmo tempo. Foto e vídeo são complementares: enquanto o clique destaca aquele segundo, o filme eterniza tudo o que acontece em torno daquele momento. E como cada mídia tem suas particularidades, sem o filme a noiva não veria a animação do noivo com amigos enquanto se arruma, e nem o noivo a veria ficando ainda mais linda para ele. Sem o vídeo, a noiva não veria todas as entradas da cerimônia que acontecem antes da sua grande chegada e também não acompanharia de perto os sinais de ansiedade da espera do noivo por vê-la e da emoção quando ela finalmente surgir. Além disso, por muitas vezes, o casal está tão extasiado que acaba tendo flashes de lembranças do grande dia, mas não se recordam dos fatos exatamente. Assim, nós ajudamos a contar as histórias e guardá-las para sempre.

Operti: O casamento é um dia para ser lembrado e foto e vídeo cumprem esse papel. Por isso, falamos que não produzimos vídeos, mas sim memórias. E o vídeo dá uma dimensão a mais a essa memória, pela continuidade de ação/movimento e pelo áudio. Cada vez mais temos trabalhado em cerimônias que são realizadas por pais, irmãos, amigos, o que torna tudo mais especial e emocional. Se os noivos abrem mão do vídeo, como poderão se recordar desse momento? O movimento do vestido da noiva, as palavras de gente querida, as danças improvisadas ou coreografadas, a risada de gente feliz… é isso o que o vídeo de casamento proporciona e para sempre.

8) TENDÊNCIAS E SERVIÇOS EXTRAS 

O vídeo de casamento está em constante evolução e os profissionais estão sempre em busca de novidades para seus clientes. Abaixo, eles apontam algumas tendências que foram incluídas em seus trabalhos:

Vídeo: Goiabada com Queijo

V Rebel: Cenas extras dos noivos. Nos nossos vídeos, oferecemos a possibilidade da saída da equipe com a noiva ou com o noivo. Pode ser a prova do vestido, a compra das alianças…esses momentos são utilizados para compor o vídeo, deixando o material mais rico. Também apostamos na Maquiagem Digital. Desenvolvemos ao longo dos últimos meses estudos relacionados a aplicação das técnicas de Photoshop no vídeo. Assim, toda e qualquer noiva (e noivo também!) que quiser ficar com o rosto “pêssego”, poderá contratar este novo serviço adicional.

Vicente PiserniUm vídeo menor. Em função do rítimo atual das nossas vidas, temos menos disponibilidade e tempo para assistir um vídeo longo de uma hora. As tecnologias e linhas editoriais, que a maioria das produtoras utilizam,  permitem que as histórias sejam contadas em tempo menor.

Vinicius Credidio: Vídeo com time lapse. Gosto muito de usar essa tecnologia para mostrar a construção da festa. A sensação é que o tempo parece correr mais depressa e assim parece saltar (lapsing), mostrando todo o processo de montagem da decoração, cenografia etc.

Goiabada com Queijo: Inclusão de película super 8 no filme, dando a sensação de estar vendo um filme antiguinho. Essa tendência nostálgica é muito forte hoje em dia. Claro que estamos sempre atentos às novas tecnologias, mas esse desejo vintage ainda deve permanecer por um bom tempo. É como pegar uma caixa de fotografias antigas. É sempre gostoso rememorar bons momentos e ter esse sentimento nostálgico de um tempo mágico que ficou pra trás.

Lux Produção: O 4K, a tecnologia mais avançada que existe no momento.

15 Comentários

  1. Ilana Alcântara 9 de Maio de 2013

    Amei o post! Acho que a filmagem é completamente imprescindível, sobretudo pq quero ver a entrada do meu noivo!! =)

  2. Olivia FG 9 de Maio de 2013

    Adorei o post!! Muito Útil!!
    Já contratei o serviço de filmagem e estou muito satisfeita, mas pude entender a diferença entre dvd e bu-ray, p. ex.. De fato, a visão sobre o serviço mudou. Anos atrás estava certa de que quando eu casasse não faria vídeo, mas nos preparativos pude conferir que o mercado se tornou atraente aos noivos e, principalmente moderno. Adoro!!
    Parabens Constance!

  3. shirley yanez 9 de Maio de 2013

    que lindo, ver tanta gente que eu admiro por aqui! Operti, Goiabada com Queijo, Vicente Piserni, VRebel, excelentes empresas de vídeo de casamento!

  4. Ana Paula 9 de Maio de 2013

    Post mais que completo! Muuuuuito bom!
    Parabéns e obrigada!!!

    Ana
    tofudedamasco.blogspot.com

  5. Adriana 10 de Maio de 2013

    Nao quis contratar o servico de filmagem porque eu achei sim desnecessario. Mas sei que tem quem goste. O que me irrita mesmo nos videos de casamento sao as musicas que os profissionais colocam. Tem tanta musica que parece romantica soh porque eh lenta, mas quando se le a letra fala de desilusao. Todas as musicas do Florence and The Machine por exemplo sao super deprimentes e o que tem de gente usando em video de casamento…

  6. Wal 10 de Maio de 2013

    Adriana,

    Concordo com você, não só o ritmo mas a letra da música tem que estar em sintonia com o filme! Já casei há algum tempo e não dei a importância devida ao vídeo. Arrependo-me amargamente! Noivas, não cometam o mesmo erro!

    Beijos

  7. márjori 11 de Maio de 2013

    Olá Constance..
    vivo vendo esses videos lindos, e morro de curiosidade pra saber valores!!
    Sabe me dizer a média que custa contratar uma empresa de video como essas???

    obrigada!
    beijos!

  8. Natalia Iatarola 13 de Maio de 2013

    Olá Constance,

    Adorei a matéria super completa sobre filmagens de casamentos. Sou diretora de uma produtora de vídeos em Americana, todas as questões aqui abordadas por você fazem parte do meu dia a dia. Infelizmente muitos noivos não dão a real importância para a filmagem, mas sempre me procuram depois para tentar corrir o erro cometido. Não adianta nada investir tanto em decoração, detalhes personalizados, um super vestido e etc… se tudo não for registrado, eternizado. O vídeo complementa a fotografia, não se limita em quantidade ou número de págimas do album, mas vai além uma vez que trabalha os sentidos da fala, músicas e movimentos vividos no grande dia.

  9. Felipe Souza 22 de Maio de 2013

    detalhado, esclarecedor e super completa a matéria, recomendo a todas noivas lerem!

  10. Bruno Fraiha 30 de Maio de 2013

    Gostei muito do comentário da Operti sobre a sintonia com os fotógrafos!!!
    Sou fotógrafo de casamento e também tenho meu estilo, acho legal e importante a postura profissional dos dois lados….tanto eu como fotografo procuro entender as limitações de espaço e movimentação dos cinegrafistas como espero que eles entendam as minhas…assim tanto o vídeo quanto as fotos ficam realmente maravilhosos e formam um conjunto lindo de memórias, deste dia tão glorioso para o casal…
    Parabéns pela iniciativa do site para essas perguntas e respostas

  11. Rachel 19 de julho de 2013

    Simplesmente perfeito tudo !!! Amei !!!

  12. priscila 19 de dezembro de 2013

    os videos são lindos!! amei todos!!
    Mas gostaria de saber as musicas que foram usadas, poderia colocar esses creditos, são lindas!!

  13. Helio Ribeiro 6 de Março de 2014

    Ótimo post, nota se que as ideias são variadas, mas o objetivo é o mesmo, a satisfação do cliente, parabéns!

  14. Fálvia 11 de Março de 2015

    Olá! Gostaria de tirar uma dúvida…. por quanto tempo o fotógrafo deve guardar minhas fotos e DVD? Existe alguma regra? Posso solicitar o material novamente depois?

  15. Eduardo Ribeiro 1 de Abril de 2016

    É certo dizer que se o casamento for filmado em 4k e eu receber do profissional todo o material bruto, poderei extrair infinitas fotos do vídeo 4k. Pois cada frame eu poderia imprimir em alta qualidade, até que tamanho de foto. Obrigado. Parabéns pela matéria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *