Babies & Kids Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

Dúvidas sobre Melasma

DRA-MARCIA2

marcialinhares-melasma

Você já ouviu falar em Melasma? Aquelas manchinhas amarronzadas que aparecem na testa, nas bochechas e até na área do buço? Por mais que você tenha tomado todo o cuidado durante o verão, se a sua pele é mais morena ou você tem alguma predisposição, é comum que no inverno elas apareçam mais fortes e comecem a incomodar.

O principal fator que desencadeia o surgimento do Melasma é, com certeza, a exposição excessiva à luz do sol. E não adianta dizer que você não vai à praia, pois o sol está presente no nosso dia a dia. Além disso, alterações hormonais e o uso de anti-concepcional podem contribuir para o surgimento das manchas e também é importante saber que a genética tem seu papel nesse assunto. Ou seja, se você tem uma pele mais morena e as mulheres da sua família apresentam manchas, a chance de você tê-las também é maior.

Os tratamento para Melasma são diversos e vão desde opções caseiras até métodos no consultório. Dentre as alternativas para usar em casa, estão os cremes à base de ácido retinoico, vitamina C,  hidroquinona, ácido kójico, entre outros. Cada tipo de pele recebe uma uma indicação específica de creme, então é importante consultar seu médico dermatologista para ver qual o mais adequado para você.

Os tratamentos realizados no consultório podem ter resultados mais a curto prazo quando comparados com os feitos em casa. Porém, pode haver descamação no rosto, alguma vermelhidão e até  um leve inchaço. Dentre eles, destacam-se os peelings, que podem feitos com diversos ativos sempre com uma concentração não tão elevada para não irritar a pele, e também os lasers. Eu indico o tratamento com o laser ASSET Q YAG 1064, um  laser que através da baixa energia e de pulsos muito rápidos ajudam a diminuir a produção da melanina, sem irritar a pele. Não é nada muito agressivo e o tratamento é feito uma vez por semana ou a cada 15 dias (de preferência), o que ajuda a manter a pele bem clarinha.

Mas é importante saber que pouco adianta você se encher de cremes e tratamentos de consultórios se não usar protetor solar da forma correta. Os protetores chamados físicos, que fazem literalmente uma barreira no rosto contra a radiação ultravioleta, lâmpadas e luzes dos computadores, são excelentes para o tratamento complementar do Melasma. Hoje em dia, esse tipo de protetor pode ser encontrado nos filtros solares que contém cor.

Outra coisa que é importante saber é que ainda não inventaram nenhum tratamento milagroso para Melasma, que você fará e nunca mais precisará tomar cuidados com o seu rosto. As pessoas que têm Melasma precisam de cuidados diários, sabendo que sua condição precisa de manutenção e tratamentos de consultório de vez em quando para evitar as manchas. Todos esses tratamentos, bem como orientações sobre qual o melhor tipo de creme e protetor solar, podem ser feitas pelo seu médico dermatologista, que deve ser seu fiel escudeiro na luta contra essas manchinhas tão indesejadas.

Drª Marcia Linhares é especializada em dermatologia clínica, cirúrgica e cosmiatria. Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), é uma das pioneiras a utilizar a técnica de laser no país e ex-chefe do departamento de laser da SBD Regional – RJ.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *