Babies & Kids Casa & Decor 15 anos
Topo

Diário de Noiva

Navegue como ou

Diário de Noiva: o bolo do casamento e a mesa de doces

Lembro que uma das perguntas mais freqüentes que me fizeram na época do casamento foi em relação aos doces: "como você vai fazer com o bolo?", "tem docinho lá?", "você vai levar bem casado?". Achava engraçado, porque muita gente parecia perplexa com a ideia de - oooh! - haver um casamento sem bolo, sem docinhos e sem bem casado! rs Um verdadeiro escândalo, né?! rs Eu falei sobre isso na Revista Constance Zahn Nr.1, mas conto com mais detalhes aqui: O BOLO O buffet italiano que contratamos, o Galateo, faz bolo de casamento ao "nosso" estilo (de pasta americana) muitíssimo bem! Na primeira degustação que fizemos, provamos e posso afirmar que foi um do bolos mais gostosos que já comi na vida!! Até a pasta americana, que eu normalmente dispenso por ser doce demais, estava uma delícia! Mas apesar de termos gostado, preferimos seguir a ideia de uma amiga que havia se casado na Itália, um ano antes, com o buffet do Galateo também. Sendo assim, para a surpresa dos nossos convidados, ao invés do bolo tradicional de casamento, um chef pasticcere fez um enorme e diviiiino millefoglie (este, eu afirmo sem sombra de dúvidas, foi o melhor que já provei - ever!) na frente de todos. Foi muito divertido! Um "show" de confeitaria! E os convidados assistiram animados à cada etapa da montagem da torta nuziale, batendo palmas e cantando em voz alta Nel blu dipinto di blu (depois um grupo puxou Piú Bella Cosa, do Eros Ramazzotti). Foi demais, porque foi espontâneo, todo mundo cantando sem vergonha de ser ridículo feliz,...
Leia mais

Diário de Noiva: looks dos convidados

Domingo (19/07), às 20h, vou fazer um Face-to-Face sobre madrinhas e convidadas, lá na nossa página do Facebook. Para quem não conhece a ferramenta, é uma espécie de bate-papo, onde vocês podem enviar as dúvidas e eu respondo na hora. Espero vocês lá! E aproveitando o momento, terminei um post que estava pendente há tempos, dos looks dos convidados do meu casamento! A primeira coisa que tenho a dizer é que fiquei arrasada de não ter foto de TODO MUNDO!! Lembro que uma vez, conversando com uma fotógrafa de casamento, ela me disse "ah, nunca dá para tirar foto de todos os convidados... só quando o casamento é muito pequeno". Bom, o meu era para 125 pessoas e eu achei realmente que teria fotos de todos... pensei que duas fotógrafas dariam conta do recado. Acontece que lá na Itália, eles estão acostumados a montar a área da festa durante o coquetel (que, por sua vez, só foi finalizado durante a cerimônia). Ou seja, eu imaginava que uma vez iniciada a cerimônia, todas as fotos de decoração já teriam sido feitas. Só que não! Então na hora do coquetel no jardim, quando imaginei que uma das fotógrafas estaria totalmente focada nos convidados, ela teve que fazer fotos  da decoração da festa! Quando chegamos da sessão de fotos com famílias e só de nós dois (o que deve ter levado uma hora) e percebi que a segunda fotógrafa não estava por lá, fui caçá-la, comecei a organizar as meninas à frente do muro de heras e pedi para que ela clicasse uma por uma. Queria...
Leia mais

Diário de Noiva: o look da mãe da noiva

Já escrevi sobre os trajes masculinos e sobre os looks das madrinhas... mas ainda não tinha falado da mãe da noiva. Sei que já disse antes o quanto a minha mãe foi importante para mim durante os preparativos, mas vale repetir! Porque sou eternamente grata!! Tivemos muito tempo mãe-e-filha, fazendo pesquisas (nem sei como ela agüentou tantas noites vendo fotos e mais fotos - repetidas!rs), escolhendo detalhes, viajando para garimpar coisas especiais... aproveitamos o máximo que pudemos essa fase juntas!! Ela participou de tudo - desde o desenho do anel de noivado até o da guirlanda do convite, sem falar na parte da moda, claro. Ela foi fundamental para conter alguns "desejos megalomaníacos" que tive, como cauda de 5 metros, 3 vestidos para trocar durante a festa... entre outras coisas. Com seu jeito sempre elegante, ela me puxava de volta pra terra, prevenindo de que "ficaria pretensioso, minha filha". Mas vamos falar do look dela, como mãe de noiva! DRESS CODE: Como queria que as mulheres usassem chapéu - e, conseqüentemente, vestidos curtos - dificultei um pouquinho a vida da minha mãe, que não é muito adepta de pernas de fora. Mas o que uma mãe não faz pela filha, não é mesmo? rs CHAPÉU: Bom, tudo começou pelo chapéu, que compramos na Fenwick (loja de departamento discreta em Mayfair, mas que tem a melhor seleção de chapéus, na minha opinião). Foi amor à primeira vista!! E a cor dele é ótima, um nude rosado que ficou lindo nela e que combina com qualquer cor de vestido. VESTIDO: Chapéu escolhido, hora de decidir o vestido. A princípio, ela desenhou um robe-manteau, que é um modelo tradicional de se usar...
Leia mais

Diário de noiva: a lua de mel

Os posts da Teresa Perez Tour aqui no blog com dicas de Tokyo e de Kyoto me deixaram com uma saudaaade de lá!! Muitas pessoas me disseram que ficaram com vontade de conhecer o Japão por causa das fotos que postei no meu Instagram (@constancezahn) e como sempre tem alguém que me pede dicas de lá, resolvi complementar o post da Teresa Perez Tour, contando um pouquinho sobre a(s) minha(s) lua(s) de mel. Desde o começo do nosso namoro, dizíamos que a nossa lua de mel seria no Japão. Quando contávamos isso, sempre nos olhavam espantados "lua de mel no Japão?!?". Sim, no Japão! Somos viciados em comida japonesa (meu marido ainda mais que eu), temos muito interesse pela cultura, sempre fui encantada com as paisagens, a moda é incrível... motivos não faltavam! Fora que como o Japão é bem longe, precisaríamos de bastante tempo para a viagem. A lua de mel seria a ocasião perfeita! E como eu sonhava em ver a sakura (a espetacular florada das cerejeiras), teríamos que ir em abril. Acontece que os planos do casamento foram mudando, chegaram à Italia e seria impossível fazer o casamento ao ar livre, como queríamos, em abril! No fim das contas, tivemos que nos casar em junho. Solução: fazer uma mini (quer dizer, micro) lua de mel na Itália mesmo, logo em seguida ao casamento (tínhamos um casamento em Portugal no fim de semana seguinte), e adiar a lua de mel verdadeira para o Japão para a primavera (do ano) seguinte. MINI LUA DE MEL ITALIANA Tínhamos apenas 4 dias e, seguindo a sugestão do irmão do noivo, fomos para Taormina, na Sicília. Tudo...
Leia mais

Diário de noiva: a música do casamento

Assim como acontece com muitas pessoas, a minha vida é marcada por músicas. Elas me fazem lembrar de determinadas épocas, viagens, pessoas... muitos momentos importantes (e não tão importantes também) tiveram sua trilha sonora! A música tem essa capacidade de nos conectar com o passado e reviver sentimentos... é muito forte! No fim de semana, meu marido e eu ficamos ouvindo várias músicas que marcaram nosso casamento e nós dois ficamos super emocionados! Bateu uma saudade...! ♥ Sei que estou devendo um monte de posts aqui no Diário (estou tão devedora que dá até vergonha de retomar!)... mas fiquei com vontade de falar sobre a música do casamento. Na longa matéria sobre o casamento, publicada na edição nr.1 da nossa revista, abordei o tema musical. Mas acho que vale um post mais completo aqui. DURANTE OS PREPARATIVOS  Um destination wedding na Toscana pedia uma trilha sonora de canzoni italiane durante os preparativos, não? Amo a Laura Pausini e tirei do baú todos os hits dela dos anos 90 (que tanto cantei na minha pré-adolescência)! Fui treinando meu italiano à base de muito Strani Amori, Incacellabile, Un'emergenza d'amore, Non c'è, La Solitudine, Seamisai, entre outras. Outro hit do pop italiano resgatado foi Imbranato, do Tiziano Ferro, que embalava o romance entre Lavinia Vlasak e o padre italiano na novela Mulheres Apaixonadas (lembram? hahaha), que eu adorava. Mas, de todas músicas italianas, a que mais marcou a fase dos preparativos foi Hai delle isole negli occhi, do Tiziano Ferro, porque estava tocando direto no rádio na época e, ao contrário das outras, não me traz nenhuma outra memória além dessa fase deliciosa dos preparativos! ♥ CERIMÔNIA A princípio, eu queria um...
Leia mais

Diário de Noiva: a participação do noivo nos preparativos

Na correria do dia-a-dia, ainda não consegui escolher as fotos do casamento para o álbum, aprovar a versão final do nosso vídeo e tampouco escrever (com a freqüência desejada) o meu "diário de noiva"...! O tempo passou rápido demais!! E não é que hoje completamos 1 ano de casados?! :o Aproveitando essa data tão importante para nós, decidi que o tema do post de hoje seria algo sobre o que há tempos quero escrever: a participação do noivo durante os preparativos.  É bem verdade que nós, mulheres, nos empolgamos bastante com os preparativos do casamento! Passamos meses pesquisando e sonhando com os mínimos detalhes, não é mesmo?! (#bridezillasunidasjamaisserãovencidas!rs) E tem muitas noivas que, ao lado de suas mães, tomam as rédeas de toda a organização da festa. Eu sempre pensei que comigo - pessoa decidida, que sabe do que gosta, com uma mãe ainda mais decidida e que sabe ainda mais do que gosta - seria assim: organizaria tudo com ela, sem nem consultar a opinião do noivo.  Mas a verdade é que essa ideia foi por água abaixo assim que decidimos nos casar! Na hora H, me dei conta de que eu queria dividir esse momento com ele! Dividimos tudo na vida, somos tão companheiros em tudo, como poderia tomar decisões de uma maneira impositiva em relação a uma festa que era nossa?! (Vejam bem, não estou julgando noivas que organizam o casamento com suas mães e deixam o noivo de lado - ou atribuem a eles poucas funções! Porque cada caso é um caso, tem noivos que preferem não se envolver, etc... só estou contando como foi comigo!)...
Leia mais

Diário de Noiva: lembrancinhas do casamento

Vou inverter um pouco a ordem dos posts do Diário de Noiva, pulando para os últimos itens: as lembrancinhas do casamento. SOMBRINHAS E CHAPÉUS Escolhemos nos casar em junho, ainda na primavera, para que o tempo não estivesse tão quente (=desagradável para os convidados) como no verão. Ainda assim, como queríamos que a cerimônia fosse realizada às 15h, nossa wedding planner italiana estava bastante preocupada com o sol escaldante e insistiu para que providenciássemos chapéus para todos os homens e sombrinhas para as mulheres. Renderam fotos divertidas no coquetel! PASHMINAS Nas últimas semanas que antecederam o casamento, havia previsões muito boas para o tempo. Os fornecedores de lá me mandavam printscreen das previsões e estávamos todos animado com o jantar e a festa que faríamos ao ar livre (como no casamento da Parisa). Só que na última semana, o tempo fechou. Na última hora, alugamos aquecedores a gás e pedimos socorro à Gift Chic, que tem pashminas mais quentinhas. Com a pouquíssima antecedência, a Marina (da Gift Chic) já não tinha muitas opções de cores, então decidimos por pashminas off white. No casamento, o plano era colocar uma pashmina na cadeira de cada convidada no jantar. Mas, no fim do coquetel, o vento começou a ficar mais frio e distribuímos as pashminas para que elas já fossem quentinhas para o local do jantar (que acabou acontecendo no lugar do plano B , pois o clima realmente não colaborou). SAPATILHAS Ter rasteirinhas ou sapatilhas no casamento é fundamental para o conforto das convidadas...! Como teria que levar na mala, optei pelas sapatilhas...
Leia mais

Diário de Noiva: as daminhas

Sempre digo que gostaria de ter tido um cortejo de crianças maior que o do casamento da Kate Moss! Se tivesse me casado no Brasil, teria conseguido! Casando na Itália ficou difícil de realizar esse sonho... mas, apesar da distância, tive um grupinho lindo de quatro daminhas crianças (entre 5 e 11 anos) + uma baby (1 ano e meio)! ♥ O "LOOK" DAS DAMINHAS Para as daminhas, minha mãe criou vestidinhos leves de organza off-white (ela misturou 2 tipos: uma organza de pois e um bico de organza bordada de florzinhas). Fugindo das clássicas manguinhas bufantes e das faixas coloridas na cintura, ela fez modelos com manguinhas de babadinhos, decotinho nas costas com babadinhos e laço somente nas costas. Como tudo teve um something blue, não poderia ter sido diferente com as pequenas: o laço do vestido era no mesmo tecido azul acinzentado da almofadinha das alianças. A saga dos sapatinhos delas eu já contei aqui. Ficamos um pouco na dúvida se colocávamos meia-calça branca nelas ou não... no fim, optamos por colocar, porque fica mais arrumadinho. ( Foto: Kate Murphy ) As guirlandas e os bouquets, feitos pela Simona da Floralia, tinham um mix de flores off-white, azuis, frutinhas verdes e folhinhas de hera. O cabelinho delas eu deixei solto mesmo, bem natural. O Jr Mendes só passou um hidratante labial (incolor!) nelas. ( Foto: Kate Murphy ) Para a baby, minha mãe desenhou um outro modelo, porém com os mesmos tecidos. Minha mãe também fez um shortinho combinando para esconder a fralda. O sapatinho era tipo "boneca". E no lugar...
Leia mais

Diário de Noiva: beleza e acessórios

Sei que ainda tenho que contar a história do vestido de noiva, ou melhor, a minha versão da história dele, porque a versão da minha mãe (que me emocionou bastante!) está publicada na nossa revista. Mas como a história é  longa e ainda quero conseguir uma foto para explicar uma parte dela, vou falar primeiro sobre a maquiagem, o penteado e os acessórios. MEU BEAUTY ARTIST Sempre falei o quanto considero importante cabelo e maquiagem. Uma maquiagem e um penteado ruins acabam com a noiva, não importa quão lindo seja o vestido! Por isso, uma das primeiras coisas que marquei, logo que começamos os preparativos, foram testes de cabelo e make com profissionais da Itália. Na minha intenção de fazer o casamento somente com profissionais locais (ou seja, de lá), achava que poderia encontrar um bom profissional de beleza para o meu grande dia. Grande foi o meu engano! Quer dizer, grandíssimo!! Fiquei bastante decepcionada com as opções de Firenze e de Siena (fiz uma escova no mínimo engraçada no principal salão da cidade) e, então, decidi que não ia me "penalizar" contratando um profissional italiano. Tive muita sorte porque, como faltava bastante tempo para o casamento, o Jr Mendes ainda tinha a data do meu casamento disponível! Somos parceiros há anos, e além de ele ter um trabalho incrível, ele já me conhece, sabe como gosto do cabelo, dos olhos, da pele, tudo...! Foi muito bom ter meu amigo querido comigo nesse dia! ♥ Adoro essa foto que a Kate Murphy fez de nós dois (não pelos bobs, mas pelo momento!rs): MAQUIAGEM...
Leia mais

Diário de Noiva: meu bouquet de muguet

Já comentei sobre o meu bouquet na nossa revista, mas ainda tenho um pouquinho mais para falar sobre ele...rs Desde criança, a minha mãe sempre falou que eu me casaria com um bouquet de muguets. O engraçado é que sobre o vestido ela nunca foi tão categórica... mas em relação ao bouquet (ela) não tinha dúvidas! rs A paixão dela pela flor foi passada naturalmente para mim também, de modo que nunca me opus à ideia! Antes de mostrar as referências que tinha para o meu bouquet, vou falar um pouquinho sobre a flor... O muguet (em francês = muguet / em português = lírio do vale / em alemão = Maiglöckchen / em italiano = mughetto ) é uma florzinha muito especial! No post "It's All About... Muguet", descrevi como "a coisinha mais delicada, perfeita e pequenininha que a natureza já produziu"! E não é isso mesmo?! Amo a forma de sininho que ele tem! Ele dá as boas vindas à primavera ( do Hemisfério Norte ), florescendo no início da estação. Na França, é tradicionalmente presenteado no dia 1 de Maio ( dia do aniversário do meu pai ♥ ) para desejar sorte e felicidade. O muguet se tornou a flor emblemática da Maison Dior, por ser a preferida de Christian Dior. O couturier se inspirou na florzinha em algumas de suas criações, como esta: ... assim como o fez Hubert de Givenchy: Os dois bouquets de noiva de muguet mais famosos foram o de Grace Kelly e o de Audrey Hepburn, no filme, Funny Face. Mas, para falar a verdade, não...
Leia mais

Diário de Noiva: fotos de celular

Quem nunca viu ou protagonizou a já típica cena: convidados competindo pelo melhor ângulo com seus celulares na entrada ou na saída da noiva na Igreja? Eu já vi até gente com iPad  ( I-P-A-D! E não o mini! ) na igreja! Só queria entender que bolsa a pessoa levou para guardar o seu tablet durante a festa! rs Depois do casamento, tenho novas opiniões a respeito. Antes de tudo, acho que é importante a gente separar 2 coisas que são diferentes: tirar fotos com o celular x publicar fotos em redes sociais. FOTOS DE CELULAR: Eu nunca fui do tipo de tirar muitas fotos com o celular em casamentos. Primeiro porque o meu celular passa grande parte do tempo descarregado, segundo porque eu normalmente estou bastante compenetrada (na cerimônia) ou ocupada (conversando, bebendo, comendo, dançando) e terceiro porque eu não tenho o hábito de me fotografar nem de pedir que me fotografem (sozinha ou acompanhada). E, na verdade, nunca achei que fotos minhas de celular pudessem fazer diferença para os noivos... Bom, aí, com o meu casamento, eu tive uma outra compreensão da fotografia de celular por parte do convidados! Hoje, eu  considero um ato de gentileza e generosidade os convidados fazerem fotos no casamento! rs Tive 2 fotógrafas estrangeiras ( Kate Murphy + Ali Harper ) + 1 fotógrafo brasileiro ( Cavallieri, da equipe da V Rebel ). Sem falar no filho de 10 anos da nossa amiga que atacou de fotógrafo, sendo o nosso "fotógrafo-mirim"! Para 125 convidados, acho que 3 fotógrafos e 1/2 é um número...
Leia mais

Diário de Noiva: as alianças e a almofadinha

Em um primeiro momento, pensei em não fazer as alianças tradicionais, lisas, porque gosto de ter peças únicas e diferentes. Quando chegou o momento de escolher as alianças, fui à Alwahch, uma joalheria boutique que faz muitas peças one of a kind. Conheço as irmãs-sócias-joalheiras, Priscila e Patricia Al Wahch, há um bom tempo e sempre ouvia as histórias das alianças super diferentes que criavam. Sejam as alianças idênticas, "complementares" ou completamente diferentes ( em relação à que a mulher vai usar e à que o homem vai usar ), tudo é possível. No nosso primeiro encontro, contei um pouco sobre o que eu gostava... guirlandas, heras, folhas, designs mais românticos e joias vintage... e disse que poderia ser completamente diferente da aliança do Tiago. A partir da nossa conversa, elas desenharam várias opções, mais de 10. A eu que eu mais amei de todas ( e amei mesmo!!! ) foi a aliança de  folhinhas ( na foto abaixo ). A minha cara!!! Mostrei para o Tiago, para a minha mãe, fiquei com ela na cabeça um tempão! Mas, apesar de ter amado, achei que seria muita informação usar a aliança + o meu anel de noivado ( porque eu queria usar tudo junto). Na segunda visita à Alwahch, pedi para provar algumas alianças tradicionais e percebi que colocar uma aliança tradicional no dedo realmente me passava a sensação de casamento. Principalmente, a dourada! Só que a aliança de ouro amarelo não casou muito bem com o meu anel de noivado... Por isso, em nome da combinação combinadinha, acabei optando...
Leia mais

Diário de Noiva: ensaiando a dança com meu pai

Assim como a primeira dança com o noivo era importante para mim, a dança com o meu pai também era. A música que escolhi para dançarmos foi That's Amore. Se o Tiago e eu não tivéssemos a "nossa música" (que vem a ser La Vie En Rose na voz do Louis Armstrong), teríamos dançado That's Amore! Queria muito alguma música que remetesse à Itália e sempre gostei dessa! Apesar de a música ser em inglês e do casamento não ser em Nápoles, é divertida, tem humor... como o meu pai! :) Acontece que nem ele nem eu somos grandes dançarinos. Por isso, combinamos de fazer algumas aulas particulares. Não queríamos nenhuma "coreografia" elaborada, apenas fazer o "dois-pra-lá-dois-pra-cá" sem tropeçar um no outro! rs Mas a verdade é que, além de querer aprender alguns passos básicos, eu queria fazer a aula também para ter um momento com o meu pai durante os preparativos, um momento só nosso. E foi muito divertido!! A música escolhida não é tããão simples ( para principiantes, como nós ), porque ela muda um pouco de ritmo...  Parecíamos dois patetas no começo, mas até que melhoramos um pouco ao fim das aulas! rs Depois, combinei com o meu pai de irmos treinar no atelier da minha mãe, para vermos se dava certo com o vestido - porque uma coisa é dançar de calça, outra é dançar com metros e metros de tule entre as pernas! rs E a gente teve mesmo que adaptar um pouquinho os nossos passos por causa do vestido. A minha mãe estava lá, analisando o...
Leia mais

Diário de Noiva: mimos de boas-vindas

Em destination weddings, é comum que se prepare alguns mimos de boas-vindas para deixar nos quartos dos convidados. No meu caso, não foi diferente. Quando fomos à S-Cards, vi tantas possibilidades que fiquei até "zonza"!rs Seguimos a identidade criada para os itens pré-casamento (como a das caixas dos presentes dos padrinhos), que era o fundo bege + texto em marrom + galhinho de olivas, e fizemos o seguinte: - Caixinha com divisória para as amêndoas confeitadas - chegando em Siena, fomos à Firenze comprar as amêndoas da Conti Confetteria, que são as melhores na minha opinião (tem filial  São Paulo). A Conti também tem lindas flores de tecido e compramos cores variadas para enfeitar as caixinhas. Tinha branca, amarela, laranja e roxa (como a da foto): - Door hanger de "não perturbe" para colocar na porta do quarto - afinal de contas, as noites acabariam tarde...rs  (na foto, parece que o texto é preto, mas é marrom): - Livretinho com a programação do casamento e dicas de Siena - com a ajuda da Due B, concierges para os convidados, reunimos dicas de restaurantes, pontos turísticos, museus, enfim, informações úteis para os convidados, além da programação do casamento. - Cartão postal de Siena - mesmo sabendo que hoje em dia quase ninguém escreve mais à mão, sempre gostei de cartões postais, e achei que seria simpático como lembrança (para ser enviada ou guardada): Fotos: ConstanceZahn.com | Itens de papelaria e caixas: S-Cards | Amêndoas: Conti...
Leia mais

Diário de Noiva: o presente das madrinhas

Na semana retrasada, mostrei os presentes dos padrinhos. Hoje, vou falar sobre o presente das madrinhas. A verdade é que eu não precisei pensar muito sobre o que dar para as minhas madrinhas... Desde sempre,  soube que presentearia as minhas madrinhas com vestidos, porque nunca vi sentido em dar esse custo (alto) para as minhas madrinhas se a minha mãe é estilista! Isso sempre foi certo pra mim... só não sabia como seriam os vestidos delas. A primeira dúvida foi em relação ao dress code: vestido curto ou vestido longo? Vestido longo tem mais cara de madrinha e, claro, eu queria que elas tivessem destaque! Adoro as madrinhas da Lauren Davis e, apesar de o casamento já ter sido há uns bons anos, continuava sendo uma referência para mim... Acontece sou a-pai-xo-na-da por fascinators! Mas como não ia usar um no dia do casamento, iria adorar se pudesse "me realizar" através das minhas queridas mulheres do altar! E na minha opinião fascinator pede vestido curto. Eu também ia amar se as mães usassem chapéus, que também pedem vestido curto. Perguntei a elas - mães e madrinhas - se gostavam da ideia e todas aceitaram! Bom, vestido curto ganhou! Se os vestidos eram em função das headpieces, então, tínhamos que escolher bem as peças! Minha mãe tem coleção de chapéus e fascinators, mas resolvemos aumentar o acervo nas viagens que fizemos durante os preparativos para que pudéssemos oferecer opções variadas de cores e formas para as convidadas também. Trouxemos peças lindas em cores vibrantes e, por coincidência, 6 fascinators em tons de rosinha/nude. Minha mãe...
Leia mais

Diário de Noiva: o vídeo do chá

Sei que já mostrei o meu chá nos mínimos detalhes em quatro posts (I, II, III e IV), mas acabei de receber o vídeo que a Mel e o Cleber fizeram... e me deu uma saudaaade daquele dia!! rs O vídeo demorou um pouquinho para sair por culpa minha, que, na correria do casamento + revista, nunca conseguia parar para aprovar a edição, mas agora vejo como vale a pena ter também um registro filmado! É gostoso pra relembrar o momento! http://vimeo.com/76057823 Vídeo: Mel e Cleber | Decoração: Clarissa Rezende | Flores: Mônica Rezende | Peças: D.Filipa | Buffet: Duas Gastronomia | Bolo: Piece of Cake | Doces decorados: Docices | Mini-cheesecakes: Cheesecakeria | Mini-éclairs e Romeu-e-julietas: Petite Fleur Pâtisserie | Bem casados: Conceição Bem Casados | Caixinhas de papel em forma de mala: Única Design | Lembrancinhas: Gift Chic | Laundry bag: Blauss Maison | Equipe de beleza: Jr...
Leia mais

Diário de Noiva: os presentes dos padrinhos

Na semana passada, quando falei sobre os trajes dos rapazes, disse que faria um post para mostrar os presentes dos padrinhos. Seguindo a identidade que criamos para toda a papelaria/mimos pré-casamento, que foi o bege de fundo e o galhinho de oliva + texto em marrom, a S-Cards fez as lindas caixas para presentearmos os padrinhos! A S-Cards pediu que enviássemos uma gravata e um colete para que pudessem fazer a caixa na medida exata, de modo que os dois itens coubessem direitinho. E foi a Samara, da S-Cards, quem deu a ideia de colocar o nome de cada padrinho nas caixas. Claro que sou bem suspeita, mas adorei o resultado!! O acabamento da caixa ficou im-pe-cá-vel! A impressão dos nomes e dos galhinhos tinha um brilho envernizado ( não sei o nome técnico disso... ) beeem sutil que ficou lindo em contraste com o papel bege fosco e sem textura ( infelizmente, não dá para ver nas fotos porque o brilho é bem sutil mesmo ). O papel da parte interna, que aparece também na lateral da caixa, tinha textura. A moldura em baixo relevo foi um detalhe que "enobreceu" a caixa de maneira clean. Como era um presente masculino, não queríamos nenhum tipo de laço ou fita, e optamos pelo fechamento com imã. Bom, no dia que recebi as caixas já fui logo tirando algumas fotos para poder fazer o post com todos os detalhes...rs ( como eu sou ruim de dobrar roupa, antes de entregar os presentes, mandei no atelier da minha mãe para as meninas deixarem tudo passadinho e dobradinho direitinho ) Fotos:...
Leia mais

Diário de Noiva: os trajes masculinos

Na nossa revista, dedicamos umas 20 páginas à matéria do casamento. Mas é claro que ainda tenho o que contar, por isso, continuo aqui o meu Diário de Noiva. Pode parecer curioso que eu tenha escolhido falar sobre os trajes masculinos antes mesmo de falar mais sobre o meu vestido... mas a verdade é que o primeiro post de todos - antes do noivado, antes do anel - deveria ter sido sobre o fraque do noivo. Por que foi a partir do fraque que os preparativos começaram... exatamente dois anos atrás! rs Em setembro de 2011, o F*Hits me convidou para ir para a London Fashion Week. Na época, já falávamos sobre casamento, mas ainda de uma maneira um pouco distante... quer dizer, eu já estava querendo marcar uma data ( acho que é normal para quem namora há muitos anos )... e Agosto de 2012 me parecia perfeito, porque eu queria uma estação seca aqui no Brasil ( ainda não imaginava que nos casaríamos na Itália ). Bom, quando essa viagem surgiu, pensei "Sabe-se lá se vou conseguir voltar a Londres até agosto de 2012... já vou garantir o fraque dessa vez!". Mas como comprar sem comunicá-lo?! Ou melhor, como comunicar se ainda não havia nem sido pedida oficialmente...?!rs Eu precisava das medidas dele... e não encontrei outra forma de dizer que não sem rodeios: "Olha, como você sabe, vou para Londres... e vou comprar o seu fraque." Ele arregalou os olhos! hahaha Passado o susto depois muitas explicações, mostrei algumas referências para ver do que ele mais gostava, peguei...
Leia mais