Babies & Kids Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

Cuidando da rosácea

DRA-MARCIA2

Toda noiva apresenta emoções à flor da pele! Na correria dos preparativos, a pele muitas vezes ficar sensível e pode acontecer vermelhidão em situações emocionais (estresse, vergonha e timidez), e até surgir acne. Pele sensível, presença de marcas, irregularidades, vermelhidão que aparece em situações de estresse ou quando ingere bebidas alcoolicas ou comidas quentes e apimentadas: tudo isso pode ser sintoma de rosácea.

A rosácea é uma doença de pele crônica, uma inflamação que atinge até 10% da população, sendo mais comum em mulheres. Apesar de muito frequente, muitos não sabem que tem e associam os sintomas a timidez, acne ou alergia alimentar. A pele dos pacientes com rosácea pode se tornar constantemente avermelhada, com o surgimento de pápulas ou “bolinhas” e pústulas. É muito comum a presença de vasinhos na pele. Em uma forma menos comum da doença, pode acontecer de a pele ficar áspera e espessa (rosácea fimatosa).

pele-dra-marcia-linhares-rosacea-noivas

A rosácea além de se manifestar na face, pode acometer o colo, pescoço e os olhos (rosácea ocular). A rosácea ocular caracteriza-se por acometimento dos olhos e pálpebras, podendo ter consequências graves, se não for tratada.

O diagnóstico da rosácea deve ser realizado pelo dermatologista, lembrando que algumas doenças podem ter sintomas semelhantes.

Após o diagnóstico, o tratamento vai depender do tipo de rosácea, mas se baseia no controle da inflamação e dos episódios de flushing (vermelhidão da pele). Os tratamentos podem ser com medicações tópicas (cremes, géis e pomadas), medicações orais (principalmente antibióticos), terapias com luz (luz intensa pulsada, LED e laser fracionado) e fotoproteção (o filtro solar é fundamental no tratamento).

É importante lembrar que a rosácea é uma condição crônica, o tratamento é para a vida toda. Os pacientes devem levar uma vida saudável com dieta equilibrada, evitar exposição solar, substâncias irritantes e temperaturas extremas (banhos muito quentes, frio excessivo etc).

Drª Marcia Linhares é especializada em dermatologia clínica, cirúrgica e cosmiatria. Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), é uma das pioneiras a utilizar a técnica de laser no país e ex-chefe do departamento de laser da SBD Regional – RJ.

2 Comentários

  1. Bianca 24 de Abril de 2015

    Olá Dra . Marcia! Tenho diagnostico de rosacea , mas meus episodios de vermelhidao sao bem espaçados . Nao chego a formar pustulas , mas sim papulas , que cedem em alguns dias . Tenho 38 anos e nao posso usar nenhum produto preventivo de rugas , pq ativa as lesoes . Acidos nem pensar , vitamina C tambem ativou a inflamacao . Ate aquele ROSALIC usei pra “acalmar ” e ativou as lesoes. Uso apenas protetor solar e a noite im hidratante da Avene. Nao ha mais nada mesmo q eu possa usar pra evitar rugas? Obrigada.

    • Marcia linhares 7 de junho de 2015

      Olá Bianca, você poderia tentar uma medicaçao oral que controlasse sua rosácea e assim deixaria a pele menos sensível para os cremes anti rugas . Uma opção ideal para o seu caso seria a aplicação da Luz Pulsada! Esta tecnologia a base de emissão de luz , é capaz de coagular os vasinhos do rosto, diminuir a proliferação de bactérias que existem na pele , melhorar a inflamação e diminuir progressivamente a vermelhidão da pele. Além de tudo isso , a Luz Pulsada também é capaz de atenuar as olheiras e estimular a formação do colágeno melhorando as ruguinhas. Seria super indicado para seu caso…considere isso , vai valer a pena !!!!
      Abraços, Marcia linhares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *