Babies & Kids Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

Cuidados com o vestido de noiva antes do casamento

O que fazer quando o vestido chega em casa?

Se ele estiver amassando na capa, tire-o da capa e pendure-o no lugar mais alto que encontrar para que não amasse. Vestidos enviesados (e de certos tecidos, como tule de seda) podem espichar pendurados, por isso, o ideal é que se leve para casa com a menor antecedência possível.  Já o véu pode ser pendurado ou estendido sobre uma cama.

Meu vestido e meu véu amassaram. E agora?

Pela praticidade e pelo medo de queimar, muitas pessoas tendem a querer usar o steamer (vapor), mas ele não é indicado para todos os tecidos. Já o ferro merece certos cuidados, como: a temperatura correta (seda é diferente de sintético, por isso, olhe a indicação no aparelho); aparelho que não solta água enferrujada; não espichar o tecido (para não deformar a roupa); e, na dúvida, começar a passar pela pontinha da barra com um paninho em cima!

A tabela abaixo dá algumas indicações:

* Obs.: consideramos todos os tecidos como sendo de seda, exceto pelo tule que segue a mesma indicação tanto para o de seda quanto para o de nylon (de véu, por exemplo).

6 Comentários

  1. thame 29 de Janeiro de 2012

    Queria inforrmar que mandei meu vestido de noiva para lavar na lavanderia san taio, eles cobraram R$1.500,00 e me entregaram, depois de 4 meses o vestido acabado. Liguei, reclamei e nada posso fazer. Tenho certeza que devem ter alugado ou emprestado, até escuro o vestido ficou, Terrível experiência

    • Constance Zahn 29 de Janeiro de 2012

      Thame, infelizmente, danos podem acontecer – dependendo do tamanho das manchas. Se isso aconteceu na San Taio, pode acreditar que teria acontecido bem pior em qualquer outra lavandeira….

    • Carlos 31 de agosto de 2015

      No Rio de Janeiro eu indico a Lav&Cia que é especializada em vestidos de noiva, e possui certificação internacional.

  2. Rose 26 de Janeiro de 2015

    No ensaio “trash the dress” da minha filha ela entrou no lago, rolou na areia, se encheu de carrapicho e enfiou o pé no barro. Ficou imundo. Lavei o vestido em casa mesmo e ficou branquinho. O vestido tem brocados e apliques em lantejoulas sobre a primeira camada de organza. Por baixo tem o forro em cetim. Na saia, embaixo do cetim tem também 2 anáguas de tule e outro forro de um tecido fininho. Ao chegar do ensaio trash, pendurei o vestido no varal e fiz um jato dágua com mangueira de jardim para tirar o barro todo. Tirei os carrapichos com a mão. Deixei só a barra de molho por 5 horas, no tanque com omo líquido e 100 ml de vanish. No dia seguinte enxaguei, e repeti o molho novamente por mais 3 horas, e depois esfreguei tudo com escovinha. Enxaguei e deixei secar. Já ficou ótimo, mas mesmo assim ousei mais. Virei a saia de organza e brocados para cima, junto com o busto, e enfiei dentro de uma fronha branca, e costurei. Assim, isolei essa parte bordada. A saia de cetim e os tules ficaram livres. Enfiei na máquina de lavar COM TAMPA FRONTAL (modelo sem aquele agitador no meio), mais omo líquido e mais vanish, me rezei, três pulinhos pra trás e liguei. 2 horas depois… vestido super branco! Não aconselho usar máquina com tampa em cima, dessas que tem o agitador e se enche de água. As máquinas com abertura frontal tem outro esquema de lavagem.

    • Constance Zahn 26 de Janeiro de 2015

      Rose, obrigada por dividir o seu método!!! 🙂

  3. Cristiana Dias 16 de setembro de 2015

    Bom dia Constance! Gostaria de dividir com suas leitoras que nós da Poizon e Cymbeline em Belo Horizonte, dispomos agora também de um serviço especializado em lavagem de vestidos de noivas! Buscamos e entregamos o vestido em domicílio, após uma análise cuidadosa pré-lavagem. As noivas podem me ligar que será um prazer cuidar dos vestidos delas também!!! 31 99590791
    blanclavanderia@gmail.com
    Bjão
    Cris

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *