Babies & Kids Casa & Decor 15 anos
Topo

Navegue como ou

Casamento em Paris: Marina Aricó + Pipo Derani

Marina Aricó Pipo Derani se conheceram no Réveillon de 2010 para 2011 em Ilhabela e, na semana seguinte, já estavam namorando! Quatro anos depois, durante uma viagem à Tailândia, aconteceu o pedido de casamento“Estávamos hospedados em um hotel em que os quartos são tendas no meio da floresta. Para sair, era preciso pedir para um jeep ir nos buscar. Mas, no dia, o Pipo quis ir andando e, logo que saímos da nossa tenda, havia vários funcionários do hotel com lanternas,  nos esperando. Passamos por outra tenda e, quando chegamos na próxima, ele entrou, dizendo que eu precisava ver uma coisa lá dentro. Quando vi, o quarto estava todo decorado com rosas, ele ajoelhou e fez o pedido, super nervoso! Foi romântico e inesperado!”, relembra Marina.

Os dois sempre quiseram um casamento fora do Brasil, e escolheram Paris como o cenário para o grande dia. “No início, pensamos em um hotel nos arredores da capital. Mas, depois, achamos que Paris seria mais fácil para escolher os fornecedores e também para os convidados, explica a noiva. Os preparativos foram tranquilos, e duraram apenas sete meses“Acredito que o maior desafio de um destination wedding seja a escolha dos fornecedores. Apesar de estar em Paris e ter muitas boas opções, preferi levar alguns profissionais do Brasil, pois não estava confiante”, conta Marina. “Fizemos uma viagem só nós dois para conhecer o local da festa. E depois de marcar a data, viajamos mais duas vezes para visitas técnicas e para fazer degustações, provas de flores e do vestido”, complementa.

Decidida, Marina sempre soube exatamente o que queria. “Queria um casamento de princesa, mas com classe e sem invenções, tudo o mais tradicional possível. Depois de conhecer o espaço, soube que não precisaria de muito. Então, as flores foram nossas principais escolhas para realçar a beleza do lugar. E como estávamos na França, dei preferência para as que são mais difíceis de encontrar no Brasil e típicas da estação, conta.

Digno do “casamento de princesa”, o vestido de noiva ficou por conta de Elie Saab“Na primeira viagem à Paris, fui até o atelier do estilista e eles tinham acabado de receber dois vestidos, de uma pequena coleção que ele havia criado. Logo que vi ‘meu’ vestido, me apaixonei! Provei e soube que seria ele, romântico e clássico, como eu imaginava!”, relembra Marina. O modelo escolhido tinha saia de tule volumosablusa coberta por bordados e aplicações.

Duo BorgattoFornecedoresDUO BORGATTOFotografiaSão Paulo (Capital)Leia mais fez lindas fotos do casamento:

decoração da festa teve mobiliário dourado, que combinou com os lustres do espaço e foi coordenado com as cortinas em azul claro. Altos e baixos, os arranjos tiveram flores em tons suaves de rosa, com toques de marsala.

Para seguir a tradição francesa, Marina optou por substituir o bolo de casamento por docinhos típicos.

Além de todos os detalhes do casamento, o vídeo de Vicente PiserniFornecedoresVICENTE PISERNI FILMESFilmagemSão Paulo (Capital)Leia mais tem lindas cenas de Paris:

Fotos: Duo BorgattoFornecedoresDUO BORGATTOFotografiaSão Paulo (Capital)Leia mais | Vídeo: Vicente PiserniFornecedoresVICENTE PISERNI FILMESFilmagemSão Paulo (Capital)Leia mais | Assessoria: Adriana Percussi | Espaço, buffet e bar: Cercle de l’Union Interalliée | Orquestra: Philipe Lebel | Decoração: José Antonio de Castro Bernardes | Móveis: Vachon | Flores: Le Jardin D’Antoine | Doces: Carette, Dalloyau e Ladurée | Vestido de noiva: Elie Saab | Sapatos: Christian Louboutin | Cabelo: Didier Sé | Maquiagem: Nadia Tambasco | Alianças: Cartier Vintage | Traje do noivo: Ermenegildo Zegna

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *