O brunch é uma boa alternativa para casamentos mais descontraídosdurante o dia, em um jardim gostoso… Mas justamente por ser menos formal, gera muitas dúvidas nas noivas em como fazê-lo de uma forma bacana. Por isso, pedimos algumas dicas a quem entende do riscado, Dani Kishimoto, do Buffet Zest Cozinha Criativa Bridal GuideBUFFET ZEST COZINHA CRIATIVABuffets & BanqueteirosSão Paulo, São Paulo (Capital)Portfólio, que sabe dar charme à qualquer evento.

Horário: “Enquanto o almoço de casamento normalmente tem início por volta das 14h, o brunch começa mais cedo, entre 11h e 12h, mas vai até tarde… muitas vezes com direito a festa, com pista de dança e tudo.”

Bebidinhas: “Se a cerimônia for realizada no mesmo espaço, é simpático servir alguma bebida não-alcóolica antes da cerimônia. Gosto muito de montar nosso Bar de Águas Frescas, com água mineral aromatizada em lindas jarras, fica um charme e combina com o clima do brunch. Depois da cerimônia, também acho super bacana a idéia de um “drink” de boas vindas que seja diferente das bebidas que serão servidas durante toda a festa, como um shake de limão, vodka e hortelã ou espumante com coulis de frutas vermelhas. Depois, ao longo do evento, serve-se todo tipo de bebida… Um coquetel que está na moda e também combina com brunch é o cleriquot. Tachos de alumínio ou madeira com gelo são ótimos para gelar algumas bebidas e ainda são decorativos – mas vale lembrar que nem todas as bebidas devem ser self-service.”

Comidinhas: Brunch não é um almoço mais cedo, é um mix de café-da-manhã com almoço. Por isso, o menu deve realmente ter um pouquinho de cada. Há uma infinidade de possibilidades e o menu pode ser extremamente criativo e requintado, mas só para citar alguns itens “básicos” que não podem faltar: frutas, iogurte, salmão defumado, ovos, variedade de pães, queijos, terrines, rosbife, saladas, quiches, tortas, algumas massas… O ideal é que os pratos quentes  dispensem o uso da faca. E a mesa de sobremesas pode ficar montada desde o começo, porque o brunch não impõe regras do que se deve comer antes, nem em que determinado momento. As pessoas ficam à vontade para irem comendo um pouquinho de cada coisa, no momento em que quiserem, ao longo do evento.”

Styling: “Para dar um charme a mais, detalhes simples fazem a diferença! Sempre uso pequenas ‘tags’ customizadas de acordo com o evento. Para um brunch ou uma mesa montada com aperitivos e comidinhas, costumo espetar garfinhos de siri de prata com os nomes dos queijos. As tags sempre fazem um sucesso enorme entre os convidados, além de auxiliá-los na hora da escolha do queijo… Outra opção charmosa para colocar as tags são rolhas cortadas ao meio. Já um bowl cheio de pistache pode servir de suporte para os talheres, colocando-os ‘espetadinhos’ no bowl ao invés daquela disposição tradicional ao lado dos pratos. Para os drinks, pode-se fazer espetinhos só de blueberries que enfeitam as taças e não soltam gosto na bebida. Enfim, um evento mais descontraído dá a possibilidade de se fazer muitos charminhos na apresentação da mesa e dos drinks. Tem que soltar a criatividade. Mas também é possível montar uma mesa de brunch com ar mais tradicional, com peças de prata e cristal, por exemplo.”

Serviço: “Uma coisa que considero importante lembrar: não é que o brunch seja um evento simples, ele é um evento com clima mais descontraído, por isso deve-se manter a mesma qualidade de serviço de um evento formal. Não há o rigor das etapas ‘coquetel-entrada-prato principal-etc’, mas o número de garçons/convidados continua o mesmo, o cuidado em servir bem a todos também, porque a qualidade do serviço é, em grande parte, o que faz o sucesso de um evento.”

Foto: brunch do Buffet Zest, com decoração assinada pela Bendita Festa e clicado por Graziella Widman

Ficha Técnica

Fornecedores que

Buffets & Banqueteiros: BUFFET ZEST COZINHA CRIATIVA Bridal GuideBUFFET ZEST COZINHA CRIATIVABuffets & BanqueteirosSão Paulo, São Paulo (Capital)Portfólio