Juliana e Rodrigo Monso vêm despontando no mercado de casamentos. A dupla de assessores por trás da empresa Hora do Buquê Bridal GuideHORA DO BUQUÊAssessoria & CerimonialSão Paulo, São Paulo (Capital)Portfólio começou a organizar casamentos após ter sucesso em sua própria união. A expertise, organização e busca constante por especializações e atualizações já garantiram a Juliana e Rodrigo dezenas de casamentos bem sucedidos em seu histórico de 5 anos. Nesse bate-papo, Juliana e Rodrigo falam sobre a importância da assessoria de casamento e dão algumas dicas para uma festa de sucesso.

– Como tudo começou?

Tudo começou meio que sem querer. Logo após retornarmos de lua de mel, uma amiga que tinha ficado noiva, me pediu ajuda com a planilha de budget do casamento e algumas outras dicas. Adorei a ideia de ajudar nos preparativos, pois poderia reviver momentos únicos. Comecei nos horários de folga, mas em pouco tempo percebi que havia encontrado algo que eu realmente amava fazer. Esta amiga insistiu para que eu fizesse oficialmente a assessoria do casamento dela e eu topei. O volume de noivas foi aumentando, até o momento que percebi que precisava definir se entraria de cabeça neste novo mundo, que eu amava, ou continuaria numa carreira já consolidada. O amor falou mais alto e resolvi me jogar. Foi quando chamei o Rô, meu marido, para ser meu sócio. Identificamos que poderíamos criar algo diferente, com atendimento focado nos noivos e não somente na noiva. E assim nasceu a Hora do Buquê Bridal GuideHORA DO BUQUÊAssessoria & CerimonialSão Paulo, São Paulo (Capital)Portfólio.

– Você e o Rodrigo atuam sempre juntos? Como dividem as tarefas?

No dia a dia nos dividimos de acordo com as necessidades. Eu costumo acompanhar mais as reuniões com os noivos, e o Rodrigo fica mais com a parte técnica e produção. Já nos eventos, depende. Quando temos somente um casamento no dia, atuamos juntos, ele coordenando o cronograma e eu fico mais com a noiva e familiares. Quando temos dois casamentos no mesmo dia, nos dividimos.

– Quais as principais diferenças entre organizar um evento social e um casamento?

Acredito que um dos fatores que os diferenciam é a expectativa gerada. O casamento é um momento único, os sentimentos envolvidos desde os preparativos e principalmente no dia, são incomparáveis. Além disso temos também todo um cerimonial protocolar a ser seguido, que se realizado de forma errada, pode marcar negativamente para sempre uma história. Por isso, buscamos desde o início a profissionalização da HDB (Hora do Buquê Bridal GuideHORA DO BUQUÊAssessoria & CerimonialSão Paulo, São Paulo (Capital)Portfólio). Criamos processos, sistemas e treinamentos de equipes, para que a responsabilidade do sucesso do evento não fique subordinada a uma pessoa, a assessora ou o assessor e sim aos processos.

– Como a assessoria/cerimonial é um serviço que os noivos só compreendem de fato após a festa, como você apresenta o seu trabalho para os noivos?

Num primeiro momento, iniciamos com um bate-papo descontraído, onde os noivos expõem suas expectativas e sonhos em relação ao evento e identificamos o perfil do casal e de seus convidados. Feito isso, partimos para a explicação detalhada de como funciona nosso trabalho, como podemos auxiliá-los, quais os processos e ferramentas que utilizamos e qual nosso capital humano.

(Foto: Verônica Mancini e Essência do Bem)

– Quais serviços vocês oferecem e a diferença entre eles? 

Oferecemos três modelos de trabalho: Organização Completa; Parcial ou Básica.

Na Completa e na Parcial, iniciamos os trabalhos desde o momento do fechamento, onde, após identificação do perfil do evento, elaboraremos junto com os noivos uma planilha financeira, com estimativa de custos para cada item necessário para a realização do casamento.

Com a planilha de estimativa de custos aprovada, faremos sugestões de fornecedores que se adequem ao perfil e ao budget do cliente. O próximo passo é a elaboração do cronograma de contratações. Na sequência, iniciamos as pesquisas, solicitações de orçamentos e agendamentos de reuniões. A única diferença entre Completa e Parcial é que na Completa acompanhamos o cliente em todas as reuniões, já na Parcial, acompanhamos apenas nas reuniões com os fornecedores chave (Local, Decor, Buffet e Música). Em ambas, realizamos negociação com os fornecedores, mas os deixamos completamente à vontade para o fazerem se assim preferirem e fazemos a avaliação dos contratos.

Com em média 90 dias de antecedência ao evento, iniciamos a fase de produção, com alinhamento dos contratos, reunião técnica com os principais fornecedores no local do evento, elaboração do cronograma de tempos e movimentos, cronograma de montagem e desmontagem. No dia do casamento, acompanhamos desde o inicio da montagem até o final da recepção, onde faremos todo relatório de bebidas, feedback dos serviços contratados e etc.

Na organização Básica, nosso trabalho efetivo se inicia na fase de produção do evento, a partir daí, segue idêntico aos demais modelos. No entanto, ficamos à disposição dos clientes para tirar dúvidas, sugerir fornecedores e avaliamos todos os contratos firmados pelo cliente a qualquer tempo.

– Muita gente acha que casamentos pequenos não necessitam de assessoria. Vocês concordam?

O conceito de casamento pequeno é complicado. Para nós, o fato de ter 50 ou 100 convidados não quer dizer que é mais fácil ou simples. Na grande maioria das vezes ocorre o contrário, pois o número de detalhes aumenta. O planejamento adequado é fundamental para evitar contratações equivocadas e gastos desnecessários. Além disso, os noivos devem aproveitar cada momento e não terem que se preocupar com eventuais imprevistos, tanto nos preparativos, mas principalmente no dia do casamento.

– Como vocês organizam as etapas do seu trabalho?

1. Identificação do perfil do evento; 2. Definição do orçamento; 3. Elaboração do cronograma de contratações; 4. Execução (cotações, reuniões, negociações, análise de contratos); 5. Produção; 6. Execução (dia do evento); 7. Finalização (relatórios pós evento).

– Qual foi a missão mais inusitada que receberam?

Realizar um casamento do zero com uma cenografia pesada em 10 dias para 350 convidados.

– Qual a maior saia justa que vocês já passaram com uma noiva?

São tantas, que até engraçado de lembrar! Muitas não posso citar, mas vai desde situações complicadas com a sogra, até ter que tirar o vestido da noiva porque o noivo não tinha condições.

– Em um casamento, os detalhes fazem toda a diferença. Para vocês, quais são os detalhes imprescindíveis?

Em primeiro lugar o casamento deve ter a cara dos noivos. Este é o ponto principal. Parece simples, mas não é. Por isso, é fundamental fazer um diagnóstico preciso ao identificar o perfil dos noivos, para então sugerir opções que se adequem a este perfil. Além disso temos outros pontos fundamentais, que também parecem simples: comida quente, bebida gelada, temperatura A/C adequada, banheiros limpos e serviço de manobrista eficiente. São pontos importantes para o sucesso de qualquer evento.

(Foto: Verônica Mancini e Essência do Bem)

–  Você já realizaram muitos destination wedding, quais os prós e contras de casar fora de São Paulo?

A grande vantagem de se optar por um destination wedding está em poder proporcionar experiências aos noivos e seus convidados, afinal não se trata de apenas um dia de evento, mas sim de um final de semana, ou melhor ainda, um feriado com vários eventos pré e pós-casamento. A desvantagem é que envolve muito mais fornecedores e itens a serem fechados. A complexidade do evento irá depender do local escolhido.

–  O que você indica para quem quer uma pista bem animada: banda ou dj?

Noivos na pista rs! Ter a pista animada, não depende da banda ou do DJ, depende exclusivamente dos anfitriões da festa. De novo, a festa tem que ter a cara dos noivos e de seus convidados. E pode parecer besteira isso que falei, mas muitos se perdem nas funções de cumprimentar todos e tirar fotos, que esquecem que são as estrelas e que todos querem se divertir com eles.

(Foto: Bruno Stuckert)

– Para uma noiva com um budget limitado, quais itens ela deve priorizar, além da assessoria?

Local com boa infraestrutura e buffet, pois além da gastronomia em si neste item temos os serviços que são extremamente importantes, como a bebida. E o outro item sugerimos um grande sonho da noiva, seja ele qual for.

– Quais são os 3 conselhos que vocês dariam para uma noiva na hora de escolher a assessoria de casamento? 

1. Pesquise e busque referências das empresas escolhidas.
2. Escolha uma empresa que lhe transmita segurança.
3. Empatia também é fundamental.

Ficha Técnica

Fornecedores que

Assessoria & Cerimonial: HORA DO BUQUÊ Bridal GuideHORA DO BUQUÊAssessoria & CerimonialSão Paulo, São Paulo (Capital)Portfólio
Fotografia: ANNA QUAST ARRUDA E RICKY ARRUDA Bridal GuideANNA QUAST ARRUDA E RICKY ARRUDAFotografiaSão Paulo, São Paulo (Capital)Portfólio
Fotografia: DUO BORGATTO Bridal GuideDUO BORGATTOFotografiaSão Paulo, São Paulo (Capital)Portfólio
Fotografia: REJANE WOLFF Bridal GuideREJANE WOLFFFotografiaSão Paulo, São Paulo (Capital), São Paulo (Interior)Portfólio