Babies & Kids Casa & Decor 15 anos

Navegue como ou

Bate-papo com a Oui Filmes

Com a proposta de unir a tecnologia e o dinamismo ao romantismo e à sensibilidade, a Oui FilmesFornecedoresOUI FILMESFilmagemRio de JaneiroLeia mais  se transformou em uma das pioneiras nos vídeos curtos, que reúnem os melhores momentos do grande dia! A empresa nasceu da Plano Geral Filmes e levou a experiência no ramo do entretenimento (eles são os responsáveis pelo programa “Chuva de Arroz”, no canal GNT!) para o universo de casamentos. Em um bate-papo exclusivo com o blog, os sócios Rodrigo e Ana Ponichi contaram um pouco mais sobre a arte de registrar casamentos!

oui-filmes-post

– Como tudo começou?

A Oui começou com um avanço tecnológico, quando as primeiras câmeras DSLR foram lançadas no mercado. Entendemos que uma nova época dos filmes de casamentos estava começando. Desenvolvemos uma entrega de produto final bem mais curta, hoje bem comum, e nossos filmes tinham entre 20 e 25 minutos. Muitos clientes estranharam no início, mas com uma abordagem de edição completamente diferente dos videos tradicionais. O mercado recebeu isso muito bem e já tínhamos na época uma estrutura de produção por conta da produtora Plano Geral, especializada em conteúdo para TV. Essas foram as condições que nos alavancaram em um tempo muito curto e praticamente fechamos o ano seguinte inteiro com casamentos. A velocidade foi bem surpreendente.

– O que inspirou vocês a registrar casamentos? 

Gosto muito de contar histórias, esse olhar foi fundamental para entender a beleza de um registro de casamentos. Realmente é um momento em que as emoções estão à flor da pele e é um prazer tentar revelar todo esse poder emocional em imagens e depoimentos. Foi daí que surgiu a idéia do programa “Chuva de Arroz”, que virou um grande sucesso no canal GNT, atualmente com 5 temporadas no ar.

– Como o formato de vídeos de casamentos mudou com o tempo?

Eu não acompanhei a grande virada dos tradicionais filmes de casamento de 2 horas, que nem os noivos conseguiam assistir, para esses mais curtos com um trabalho de edição bem mais intenso. Somos um dos pioneiros em vídeos curtos e senti essa mudança mais pela desconfiança dos noivos, muitos que ainda pensavam que vídeo bom é video longo. Houve um processo de educação, mas os noivos mais descolados entenderam logo que esse caminho é bem mais interessante.

– Como a internet mudou os vídeos de casamento?

A internet acelerou o mundo, agora temos mais demandas de vídeo, por exemplo, e estamos cada vez mais focados em produzir filmes curtíssimos para o Instagram. Mas o tempo de entrega tem que ser muito rápido, no dia seguinte já temos que colocar no ar.

– Que técnicas de cinema vocês empregam nos vídeos?

Temos todos os equipamentos de motion como, Drone e Guimbal, câmeras e lentes com grande capacidade para filmar com pouca luz. Mas sinceramente acho que a coisa mais importante é ter uma boa equipe, com sensibilidade e qualidade técnica para contar uma boa história. O equipamento sozinho não consegue nem sair da mochila! Mas diria que o nosso diferencial é a captação de depoimentos, que é uma marca forte da Oui.

– Como vocês definiriam o estilo da Oui?

Acho que um estilo bem solto, com liberdade para experimentação, muito atento à trilha sonora e sempre a fim de contar uma boa história.

– O que se destaca na maneira de vocês fazerem vídeos de casamento?

O fato de termos nascido de uma produtora de TV fez com que tivéssemos uma estrutura muito sólida para as entregas. Estamos hoje com um tempo de entrega do produto final de 1 a 2 meses, o que nesse mercado de vídeos de casamento é um prazo muito bom. Outra coisa que aprendi com o tempo, e vendo muitos profissionais atuarem, é que o fotógrafo e o videomaker não devem nunca esquecer que esse casamento não é dele. Ficou fora de foco, mas o clima está lá? Valeu, não pede pra voltar, deixa o casal se esbaldar e vai na cola, assim como quem não quer nada.

– Quais são os 3 conselhos que vocês dariam para uma noiva? 

Reconheça o estilo que vc gosta. Existem várias maneiras de se produzir um filme de casamento e cada produtora tem um estilo. Tente descobrir os trabalhos que você tenha afinidade, evitando surpresas desagradáveis.

Não basta o vídeo ser bonito, tem que entregar. Conheço muita gente com problemas para receber o filme de casamento. Procure entender se a produtora tem realmente um bom fluxo de entregas e postagens de vídeos nas mídias sociais.

Briefing pré-casamento. Se tem algo que você faz questão que apareça no filme de casamento, fale antes, porque depois pode ser tarde. O que para você pode ser muito óbvio, para o câmera, que pode estar te conhecendo só naquele dia, talvez passe despercebido.

(Fotos: Divulgação)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *